Você tem medo de aranhas? Mesmo que não tenha, imagine quantas delas não foram necessárias para tecer a imensa teia que você viu na imagem acima! Só para você ter uma ideia — uma vez que a partir da foto não dá para termos uma noção precisa de sua dimensão —, o véu tinha 30 metros de comprimento e entre dois e três metros de largura! Veja melhor no vídeo a seguir:

Segundo Mindy Weisberger, do site Live Science, a teia gigante foi descoberta recentemente em um parque situado em Papamoa, na Nova Zelândia, por uma visitante chamada Tracey Maris e sua filha. As duas notaram algo brilhante ondulando sobre o gramado e foram checar o que era — descobrindo que se tratava de uma imensa teia.

Tracey e a menina se aproximaram do véu e chegaram a pensar que ele estava desocupado, mas, para a sua surpresa, notaram que havia pontinhos negros por todas as partes. Milhares e milhares deles! Alguns subindo sobre seus calçados. E o que as duas fizeram? O que a maioria de nós faria em uma situação dessas: gritaram feito loucas, ué!

Fenômeno?

Mas, como é que as aranhas fizeram para tecer uma teia tão espetacular? E por que elas fizeram isso? De acordo com um especialista nesses animais chamado Cor Vink, consultado por Kiri Gillespie, do NZ Herald, essas “arainhas” (a espécie não foi informada) costumam viver na grama — e o parque abriga uma enorme população delas, só que ninguém vê.

Milhares e milhares desses bichinhos...

No entanto, enchentes recentes que atingiram a região forçaram os bichinhos a buscar refúgio em locais mais altos. Então, para se deslocar, o que as aranhas fazem é lançar teias para o alto para que rajadas de vento as capturem e as transportem para outro lugar. Mas quando milhares e milhares de aracnídeos decidem fazer isso juntos, o resultado é a produção de uma imensa teia como a que se formou no campo.

No caso do véu das imagens, um pouco depois de o vídeo ser registrado, um cão arteiro resolveu se aventurar pelo gramado e o destruiu parcialmente. Mais tarde, uma tempestade caiu sobre o parque e acabou de estragar o trabalho das aranhas — e no dia seguinte já não restava mais nada. Contudo, as bichinhas continuam por lá! Portanto, se as chuvas continuarem caindo na região, quem sabe elas não acabem produzindo mais uma dessas teias imensas?

***

O Mega está concorrendo ao Prêmio Influenciadores Digitais, e você pode nos ajudar a sermos bicampeões! Clique aqui e descubra como. Aproveite para nos seguir no Instagram e se inscreva em nosso canal no YouTube.