1 – Ter um padrão de vida mais alto do que você poderia

De acordo com Tom Corley, que fez um grande levantamento a respeito dos hábitos financeiros de inúmeras pessoas para escrever seu livro “Change Your Habits, Change Your Life”, 95% das pessoas que se consideram pobres não têm o costume de guardar dinheiro e a maioria delas acaba vítima de dívidas de cartão de crédito. Por consequência, viviam sem dinheiro para investir em educação, aposentadoria privada e, inclusive, lazer.

“Não guardar dinheiro e gastar mais do que você ganha cria uma pobreza de longo prazo, sem chance de escape”, enfatizou Corley. Ele explica que pessoas ricas não gastam mais do que ganham e pensam no futuro, fazendo poupança e investimentos. Quando gastam seu dinheiro, pessoas ricas o fazem com propósito.

Para melhorar sua vida financeira, estipule gastos fixos (aluguel, conta de internet etc) e tente fazer com que suas despesas domésticas não ultrapassem 50% da sua renda mensal total.

Depois, pegue 20% do dinheiro que sobrar e guarde em uma poupança  - é sempre bom ter uma reserva guardada para possíveis emergências. Terminando as contas, fica claro que o máximo que você pode gastar com supérfluos, entretenimento e hobbies em geral é 30% da sua renda.

2 – Falta de determinação

“A maioria das pessoas ficam paralisadas assim que os primeiros problemas surgem. Elas não estão conectadas o suficiente com o objetivo de se tornar milionárias e desistem assim que as coisas ficam difíceis”, explica o palestrante e autor Lukas Schwekendiek. Ele nos lembra que determinação vem de diferentes maneiras e que não se pode dizer que uma pessoa que não está alcançando um objetivo não quer isso com força o bastante.

“Se tornar um milionário não tem a ver com coletar US$ 1 milhão de algum lugar ou através de trabalho duro. Se tornar um milionário significa que você vai passar por uma jornada para transformar você mesmo na pessoa que pode lidar com um milhão de dólares”.

3 – Negligenciar sua saúde

Pessoas ricas fazem da saúde prioridade, uma vez que ser saudável aumenta nossas chances de sucesso. Praticar atividades físicas, comer de maneira modesta e equilibrada e dormir bem são atitudes fundamentais que nos deixam mais produtivos, menos estressados, com a memória tinindo e com mais chances de tomar decisões inteligentes e certeiras. Sem falar, é claro, que esses hábitos diminuem as chances de termos câncer e doenças cardíacas.

4 – Comprar uma casa

Ainda que o sonho da maioria das pessoas seja poder ter uma casa para chamar de sua, em termos econômicos isso pode não ser um bom negócio. Para comprar uma casa, você vai gastar todas as suas economias, talvez precise fazer financiamento e, de quebra, terá que arcar com os custos/impostos do imóvel e da documentação dele (sem falar nos móveis, claro).

Se a ideia é ficar milionário, o ideal é viver de aluguel e guardar uma fração do seu salário para, a partir dessa economia, pensar em maneiras de investir o dinheiro poupado e multiplicar essa grana toda – vale lembrar que, depois de alguns anos de uso, um imóvel tende a valer menos.

5 – Depender de apenas uma fonte de renda

Ok, você tem um emprego e ganha seu salário. Ainda assim, é possível buscar formas de ganhar um pouco mais, seja por meio da prestação de serviço fora do horário de expediente ou de, quem sabe, criar seu próprio negócio. Vivemos em uma época na qual é comum fazermos freelancers, então se isso é uma realidade na sua área, é possível ter mais renda do que aquela mensal do seu holerite.

6 – Desperdiçar tempo

Todo mundo adora acompanhar séries, encontrar os amigos o máximo possível ou simplesmente ficar em casa sem fazer nada. A verdade é que dois terços das pessoas ricas assistem menos do que uma hora de TV por dia e 63% delas passam menos de uma hora na internet por dia – a não ser, é claro, quando a internet tem a ver com o trabalho realizado.

Pessoas de sucesso e que conseguem juntar muita grana usam seu tempo livre tentando melhorar suas habilidades, criando redes de contatos, fazendo trabalhos voluntários e se envolvendo em outros projetos. Por outro lado, 77% das pessoas que reclamam de ter pouco dinheiro passam mais de uma hora por dia em frente à televisão e 74% dessas pessoas dedicam mais de uma hora diária para se entreter com a internet.

7 – Não agir

Uma coisa é ter ideias, metas e vontade de crescer, mas é difícil quem de fato arregace as mangas e vá fazer o que é necessário. “Você nunca vai ficar rico se você é mais um sonhador que nunca direciona seu dinheiro onde sua boca diz que ele deveria estar. Além do mais, milionários não sentam e assistem os outros avançarem na vida. Milionários agem e se ajudam a alcançar seus objetivos”, disse o expert em Marketing Bruce Cross.

8 – Não ler

Pessoas ricas gostam de expandir seus conhecimentos e, para isso, estão sempre lendo jornais, revistas, sites de informação e, claro, literatura. Em termos numéricos, 88% das pessoas ricas lê pelo menos 30 minutos por dia. Vale lembrar que a leitura nos ajuda a ter diferentes pontos de vista e nos motiva a querer novas conquistas.

9 – Ter medo e ser negativo

Medo e negatividade são emoções capazes de nos impedir de agir, então é preciso aprender a enfrentar seus medos e a encará-los como parte da sua jornada – medo de errar é normal, assim como a falha em si. Saber que é possível errar e entender que, se isso acontecer, o erro se torna aprendizado, é uma perspectiva bastante comum em pessoas ricas e de sucesso. Sair da sua zona de conforto é fundamental, e para que isso seja feito da melhor forma possível, o jeito é aprender a calcular riscos e a sempre ter um plano B.

10 – Se rodear de pessoas tóxicas

É fundamental que você se inspire em pessoas que tenham sucesso e que reconheçam o valor de entrar em ação e superar medos. Da mesma maneira, é recomendável evitar a companhia de quem vive pensando pequeno e tentando fazer com que você sinta que não vai ter sucesso. Substitua pessoas pessimistas por aquelas que são otimistas e acreditam que é possível melhorar.