Hoje em dia, fazer um teste de fertilidade não é nada barato e requer que os homens vão até alguma clínica para fazer o procedimento. Para muitos, infelizmente, isso é considerado um “atestado de baixa masculinidade”, por isso eles acabam ignorando a própria saúde sexual.

Agora, um novo dispositivo promete que a contagem de espermatozoides poderá ser feita em casa. Um acessório ótico é inserido na parte de trás do telefone, enquanto uma parte descartável leva a amostra de sêmen, que será analisada por um aplicativo que captura os dados necessários com a câmera de seu smartphone.

A precisão é de até 98%, de acordo com os fabricantes. Além disso, o custo de todo o equipamento é de meros US$ 4,45 – ou R$ 14 pelo câmbio de hoje. Para o protótipo, foram utilizados sensores óticos iguais ao de leitores de DVD ou CD. “Queríamos encontrar uma solução para tornar os testes de infertilidade masculina tão simples e acessíveis quanto os testes caseiros de gravidez”, explicou Hadi Shafiee, autor do estudo.

Aparelho custa apenas R$ 14 para ser produzido

Segundo Shafiee, o resultado sai em apenas 5 segundos. Atualmente, muitos homens relatam estresse e constrangimento ao efetuar esse procedimento em clínicas, que quase sempre demoram a liberar os resultados. O protótipo se baseia nos critérios da Organização Mundial da Saúde, que define amostras anormais de sêmen como sendo as que contêm menos de 15 milhões de espermatozoides por mililitro e/ou motilidade espermática abaixo de 40%.

Entretanto, o novo gadget ainda tem defeitos, já que faz apenas a contagem dos gametas, não levando em consideração características como seu tamanho e formato. Estima-se que mais de 40% dos casais com problemas de infertilidade possuem essa dificuldade por conta de anomalias no sêmen. Os inventores esperam a aprovação dos órgãos competentes para que o produto chegue logo ao mercado. 

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!