Você se preocupa com a possibilidade de que os robôs acabem “roubando” o seu emprego no futuro? Pois você não é o único! Tem muita gente por aí apreensiva com o que será da economia mundial quando as máquinas começaram a substituir os humanos no mercado de trabalho, tanto que várias instituições e universidades vêm realizando levantamentos com o intuito de prever quais são os profissionais que mais sofrem risco de perder espaço.

De acordo com Hayley Peterson, do portal Business Insider, um desses estudos foi conduzido pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, e os pesquisadores identificaram mais de 700 atividades que podem ser automatizadas. No entanto, segundo o levantamento, os 12 profissionais com maior probabilidade de serem substituídos por máquinas são:

  • Oficiais de empréstimo: 98% de chances;
  • Recepcionistas e balconistas: 96% de chances;
  • Assistentes e técnicos jurídicos: 94% de chances;
  • Vendedores e promotores de vendas: 92% de chances;
  • Motoristas de táxi e choferes: 89% de chances;
  • Seguranças: 84% de chances;
  • Cozinheiros, redes de fast food: 81% de chances;
  • Bartenders: 77% de chances;
  • Consultores de finanças pessoais: 58% de chances;
  • Repórteres e correspondentes: 11% de chances;
  • Músicos e cantores: 7,4% de chances;
  • Advogados: 3,5% de chances.

Veja no gráfico:

O futuro poderá ser bem competitivo para alguns profissionais

Caso você não acredite muito nessa tendência, em uma entrevista recente para a CNBC, nos EUA, Greg Creed, CEO da Yum! Brands — companhia que controla as gigantes Pizza Hut, Taco Bell e KFC, opera mais de 40 mil restaurantes em 130 países e conta com mais de meio milhão de funcionários —, explicou que a automação de várias profissões é inevitável.

Segundo Greg, a indústria de fast food já está fazendo uso de diversas tecnologias que suprem ou substituem completamente os humanos, por exemplo, o emprego de aplicativos através dos quais os clientes podem realizar pedidos através de tablets e smartphones sem ter que interagir com os funcionários dos restaurantes. O executivo não acredita que a automação deva ocorrer no ano que vem ou no próximo, mas aposta que as máquinas poderão tomar o lugar dos humanos dentro de 10 anos.

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!