Uma nova modalidade de fotografia está surgindo na Rússia, na qual fotógrafos (na maioria das vezes, ainda adolescentes) arriscam suas vidas para capturar imagens vertiginosas do alto de edifícios, torres e monumentos. Batizada de Skywalker, a nova atividade está ganhando cada vez mais adeptos pelas ruas — e alturas — de Moscou.

De acordo com o site MNN, as imagens registradas pelos skywalkers, além de tirar o fôlego, quase sempre vêm acompanhadas de uma bela história. Afinal, os jovens não só precisam vencer o medo de alturas, como também driblar sistemas de vigilância e guardas de segurança para invadir as estruturas para fotografar. Mas claro que, para quem enfrenta a vertigem de forma rotineira, enfrentar um guardinha ou uma câmera não é nenhum desafio do outro mundo.

Marat Dupri, um skywalker de 19 anos, começou a carreira depois de adquirir uma Canon. Ele afirma não sentir nenhum pouco de medo, muito pelo contrário. Dupri afirma ser invadido por uma sensação de serenidade ao observar o mundo aos seus pés, sentindo como se todos os seus problemas e preocupações simplesmente fossem deixados em algum lugar lá embaixo.

Outro skywalker, “Mad” Max Polatov, também é famoso por suas imagens, que parecem registrar o mundo a partir da perspectiva do Homem-Aranha. Polatov já conversou com o The Mirror sobre essa nova cultura, e você pode ver algumas imagens dessa turma na galeria abaixo.