Se você acompanha o TecMundo há algum tempo, deve compartilhar do mesmo sentimento que temos toda vez que a Boston Dynamics anuncia ou revela um novo projeto de robótica: uma mistura de surpresa e desespero diante de robôs extremamente habilidosos e visualmente assustadores. Agora, com a Google abrindo mão da empresa e passando essa “pequena loja de horrores” adiante, parece ser o melhor momento para conferir todas as invenções que tiraram o seu sono nos últimos anos.

Com a Softbank fechando negócio junto à Alphabet – holding que controla a Google e outras companhias – e adquirindo os direitos sobre todos os projetos da Boston Dynamics, não se sabe exatamente qual é o futuro dos brinquedinhos criados para levar a robótica a um novo patamar. É provável, por exemplo, que a companhia japonesa queira desafiar todos os alertas feitos em filmes e livros de ficção científica e decida aliar seus projetos de inteligência artificial e IoT a máquinas capazes de correr, saltar e até nadar atrás de você sem nem suar.

Eles vão se lembrar disso, com toda a certeza!

Preparado?

Antes que o mundo seja tomado por uma turma que pode não gostar muito de como seus criadores os trataram durante sessões de testes mais violentas – como pode ser visto no GIF acima –, o site Mashable teve a brilhante ideia de compilar alguns dos vídeos mais aterrorizantes liberados pela Boston Dynamics. O destaque aqui não é para a tecnologia, mas sim para a total falta de tato da empresa na hora de desenhar robôs que pareçam minimamente amigáveis para a humanidade. Preparado? Então, vamos lá!

Espero que o Atlas seja bonzinho

Nada como começar o seu dia conhecendo um robô que consegue abrir portas, andar por terrenos acidentados e se levantar caso seja jogado ao chão por um pesquisador sem nenhuma noção do perigo. Por que você fez isso, cara?

Escape do BigDog (se conseguir)

Que ideia genial! Não deve ter nenhum problema equipar seu “cachorrão” robótico com um par de chifres e ensiná-lo a se comportar como um touro, certo? CERTO!

Primeiro os zumbis, agora os robôs

Pois é, parece que aquela ideia de correr para a água para se livrar de atacantes sobrenaturais ou tecnológicos está com os dias contados. Enquanto os mortos-vivos vêm sendo aperfeiçoados em filmes e séries, o BigDog já experimenta molhar suas patinhas em um passeio pela praia. Correr para as montanhas ainda é uma opção?

Por falar em correr...

Acho que nem é preciso dizer o que há de errado na criação do WildCat, não é mesmo? Afinal, estamos falando de um robô que pode parecer inicialmente um bichinho feliz e saltitante, mas que se torna rapidamente um predador incansável.

Muito versátil, até demais

Versão diminuta do Spot original, o SpotMini consegue se esgueirar por qualquer lugar na casa e pode guardar a sua louça! Bacana, hein? Uma alternativa é ele usar a sua capacidade de subir escadas e agarrar coisas para fazer uma visita rápida ao seu quarto quando você estiver dormindo. Você não deixou um monte de pratos na pia de novo, não é?

Você não confia no seu cachorro?

Geralmente, quando o seu cão late para estranhos ou para um canto escuro no quintal, você sabe que alguma coisa está errada. No vídeo acima, é possível conferir que o simpático Fido não curte muito a presença do Spot. E aí, entendeu a mensagem?

Ok, eles tentaram

Claro que a equipe da Boston Dynamics sabe da sua fama de criadores de pequenos e grandes pesadelos e o pessoal de lá deve se divertir bastante com isso. Para dar uma quebrada no climão, eles resolveram fazer uma mensagem especial de Natal, em 2015, vestindo alguns de seus robôs como renas. Curtiu o visual? Achou mais simpático? Pois é, a gente também não.

--

E aí, o que você achou desse show de horrores? É um fã da Boston Dynamics e não liga para as brincadeiras em torno dos robôs? Gostaria de fazer parte do time da empresa ou prefere se manter o mais longe possível dessas máquinas? Deixe a sua opinião sobre o tema mais abaixo, na seção de comentários, e diga quantas vezes pensou em “você sabe quem” enquanto assistia aos vídeos.