1 – Entenda o que significa perder peso

Se você quer emagrecer, procure mais informações do que simplesmente decorar receitas de sopas de pouca caloria. Quando aprendemos sobre as propriedades de alimentos saudáveis, tendemos a experimentá-los com menos receio. Busque entender como funciona o seu corpo e o significado, por exemplo, de calorias vazias e de gorduras saudáveis.

2 – Se você leva marmita, aposte em potes transparentes

Nosso cérebro é muito visual, por isso é bacana armazenar alimentos em potes transparentes, para que você tenha a real noção do que e de quanto está comendo. Pode parecer uma mudança sem muito sentido, mas ela evita que você coma além da medida.

3 – Não fique obcecado com a palavra “dieta”

É bacana se preocupar com a qualidade nutricional daquilo que se come, mas viver só pensando em dieta e contando calorias não faz bem à sua saúde mental. Outro problema de focar apenas na questão da perda de peso em si é que, quando ela acontecer, você possivelmente vai voltar aos hábitos antigos de alimentação e de sedentarismo. Pensar na questão apenas como uma dieta é entender que ela acabará em breve quando, na verdade, o ideal é que se coma de maneira saudável sempre.

4 – Coma mais fibras

Fibras incham e nos ajudam a ter a sensação de saciedade. Além do mais, elas auxiliam no bom funcionamento do intestino, então você só tem a ganhar. Para consumir mais dessa substância, aposte em alimentos naturais e integrais.

5 – Mude a forma como você enxerga atividades físicas

Em vez de fazer um exercício que você odeia, busque uma alternativa que seja prazerosa: vale desde aula de dança até correr no parque ou começar a andar de bicicleta. Se você detesta natação, por exemplo, não faça natação. Simples assim. Escolher uma atividade que não seja um martírio vai facilitar bastante a sua vida e vai fazer bem à sua saúde física e psicológica.

6 – Aprenda mais sobre a obesidade

A obesidade e o sobrepeso têm mais relação com decisões de estilo de vida do que com herança genética, então pode parar de culpar sua avó gordinha e seu pai que tem barriga. O acúmulo de gordura acontece pela ingestão excessiva de calorias, especialmente das provenientes de açúcares e gorduras; e pela falta de atividade física.

Quando alguma questão metabólica contribui para o ganho de peso, é preciso fazer acompanhamento médico, por isso é ideal consultar um endocrinologista e buscar orientação de um nutricionista.

7 – Motive-se criando metas e desafios

Desde que seja uma meta realista e que não coloque sua saúde em risco, não há problemas em se desafiar a perder, por exemplo, um ou dois quilos em um mês. Às vezes é dessa sensação de desafio que precisamos para nos motivar e para conseguir alcançar um objetivo. Se esse é o seu perfil, aproveite!

8 – Não seja cruel com você mesmo

Veja sempre seus atributos positivos e não enxergue seu sobrepeso ou sua obesidade como sinais de fracasso. Se há problemas de autoestima, sempre vale a pena buscar ajuda psicológica e, a partir disso, se imaginar em um futuro breve no qual você se sentirá melhor. O segredo é, independente de qualquer coisa, nunca ser cruel consigo mesmo.

9 – Durma bem e por tempo suficiente

Dormir mal significa ter vontade de comer alimentos gordurosos e ricos em açúcar no dia seguinte, sabia? Isso acontece possivelmente, porque esses alimentos, como o chocolate ou uma bela fatia de bolo, nos dão energia instantânea, por causa do alto valor calórico. Adultos devem dormir pelo menos sete horas por noite, para ter menos vontade de comer doce e gordura ao longo do dia.

***

O Mega está concorrendo ao Prêmio Influenciadores Digitais, e você pode nos ajudar a sermos bicampeões! Clique aqui e descubra como. Aproveite para nos seguir no Instagram e se inscreva em nosso canal no YouTube.