1. Construção demorou 2 séculos

A Torre de Pisa é um campanário criado para abrigar o sino da catedral que fica ao seu lado. As obras começaram em 1173 e cinco anos depois acabaram sendo paralisadas por conta da inclinação, que fazia a torre tombar para o norte. Conflitos militares em toda a Itália fizeram com que a construção só retornasse em 1272, mas, novamente, ela acabou sendo abandonada 12 anos depois em virtude de outras disputas. A edificação só retornou no século seguinte, finalizando com a colocação do sino, em 1372.

2. A inclinação é resultado de falhas no projeto

Como já falamos, a inclinação da torre já foi notada nos primeiros anos de sua construção. Isso acontece porque a fundação da estrutura é muito rasa e o solo no local é composto de muita areia e argila, resultantes dos depósitos dos rios Arno e Serchio. Ainda assim, os responsáveis não resolveram os problemas logo no início e deram continuidade ao erguimento da estrutura, mesmo inclinada.

3. Inclinação mudou de lado

Quando os três primeiros andares foram construídos, a torre começou a se inclinar para o norte. Entretanto, com a adição de novos pavimentos, o centro de gravidade da estrutura mudou, fazendo com que a torre passasse a pender mais para o sul.

4. A inclinação foi piorando com o tempo

No começo, a torre tombava “apenas” 0,2 grau. Com o passar dos séculos, isso foi aumentando a ponto de ela ficar 5,5 graus inclinada – o que resultava no topo da estrutura estar 4,5 metros distante de seu lugar correto. A partir de 1990, engenheiros instalaram equipamentos de contenção abaixo da torre, solucionando temporariamente o problema. Em 2008, um novo projeto conseguiu “parar de vez” a inclinação, mas isso ainda não é definitivo...

5. O engenheiro responsável por salvar a torre não gostava do assunto

John Burland foi o responsável pelo projeto que conseguiu estabilizar a Torre de Pisa em seu lugar, mas ele admite que nem sempre gostou dessa tarefa. Na faculdade, a disciplina de mecânica dos solos era a que ele mais detestava, mas foi graças a ela que o engenheiro foi capaz de criar um método para que a estrutura ficasse mais estável.

6. A inclinação deve aumentar ainda mais

Apesar de a torre estar estável atualmente, o projeto que a segura tem previsão de funcionar por apenas 200 anos. A partir de então, ela deverá novamente voltar a inclinar, podendo ruir por completo se não existirem novas tecnologias capazes de mais uma vez agir em seu salvamento.

7. A torre não é a única estrutura inclinada em Pisa

O solo da cidade de Pisa faz com que várias outras estruturas também afundem e acabem ficando tortinhas. Menos de 1 km ao sul da torre, a igreja San Nicola, construída no século 12, apresenta uma leve inclinação. Já a igreja San Michele degli Scalzi, do século 11 e distante cerca de 3 km do mais famoso ponto turístico de Pisa, possui uma inclinação acentuada de 5 graus!

8. Pisa não é a torre mais inclinada, de acordo com o Guinness Book

A Torre de Pisa possuiu uma inclinação máxima de 5,5 graus, em 1990, mas hoje está com 3,97 graus. Já a Torre Suurhusen, na Alemanha, erguida entre os séculos 14 e 15, atualmente tem uma inclinação de 5,19 graus, portanto entrou para o livro dos recordes como a mais torta do mundo.

9. Mussolini tentou consertar a torre, mas só piorou

Em 1934, o ditador italiano Benito Mussolini achava que a torre inclinada de Pisa manchava a reputação da história de seu país e resolveu que iria consertá-la a qualquer custo. Sem nenhum estudo aprofundado, ele tentou bombear argamassa para baixo da estrutura, na tentativa de conter sua inclinação e até de endireitá-la. Só que o peso do material acabou afundando ainda mais o solo!

10. A torre já serviu de base militar

Durante a Segunda Guerra Mundial, os alemães fixaram uma base militar no local, já que o topo fornecia uma visão privilegiada de todo o entorno. Isso quase fez com que os soldados norte-americanos destruíssem a torre, mas eles ficaram fascinados com sua forma eresolveram poupá-la desse triste fim.

11. Galileu Galilei descobriu (ou não) os efeitos da gravidade na Torre de Pisa

Conta a história que Galileu teria soltado uma bola de canhão e uma bola de mosquete do alto da torre, em 1589, para mostrar que a gravidade agia igualmente nos objetos independentemente de suas massas. Entretanto, essa história pode ser apenas uma lenda perpetuada através dos séculos para mostrar a grandeza da descoberta do físico, que teria, de fato, apenas pensado nessa experiência. 

***

O Mega está concorrendo ao Prêmio Influenciadores Digitais, e você pode nos ajudar a sermos bicampeões! Clique aqui e descubra como. Aproveite para nos seguir no Instagram e se inscreva em nosso canal no YouTube.