O mundo natural é fantástico, capaz de nos surpreender sempre com suas peculiaridades e segredos. Alguns animais, por mais inocentes e fofos que possam parecer, também possuem certas características um tanto sinistras, que nos originalmente nem sequer pensamos. Veja aqui quais são alguns desses bichos e insetos:

1 – Estrelas-do-mar e os seus estômagos avulsos

Fonte da imagem: Reprodução/Flickr

Para muitos, as estrelas-do-mar são só animais cegos, surdos e sem cérebro, um tanto inofensivos e bonitos, seres que colorem as praias e o fundo dos oceanos. Apesar de não serem nada intimidadoras, elas podem ser fatais, capazes de se alimentar de ostras, peixes pequenos, caracóis-marinhos, entre muitas outras espécies.

Por não possuírem dentes ou mandíbulas, o sistema digestivo das estrelas-do-mar é bem peculiar. Elas podem fazer algo, no mínimo, inusitado: expelir o pequeno estômago em direção às presas, prendendo eles e os trazendo para perto do corpo.

Fonte da imagem: Reprodução/Cracked

Uma vez que a vítima fica presa nos braços das estrelas, é obrigada a ficar ali por horas, ou dias em alguns casos, e ser digerida aos poucos enquanto está viva. Deve ser realmente macabro morrer desse jeito, lentamente e sem saída. Você não imaginava que o Patrick, do desenho Bob Esponja, seria capaz dessas atrocidades, não?

2 – Os braços dispensáveis da lula Octopoteuthis deletron

Fonte da imagem: Reprodução/Cracked

Diferentes das terríveis lulas gigantes que habitam as profundezas do oceano, a espécie Octopoteuthis deletron mede menos de trinta centímetros. Entretanto, elas são bastante ardilosas e possuem quase que o corpo inteiro preparado para ataques iminentes.  Elas são caracterizadas por possuir um sistema chamado de ataque automático.

Ao entrar em contato com corpos estranhos, a lula desprende seus braços na tentativa de enforcar o provável inimigo – mesmo que seja algo, aparentemente, inofensivo. Caso realmente seja algum predador, ele pode se alimentar dos tentáculos que se desprenderam e a lula pode fugir sem ser perseguida. É uma tática interessante, porém que não deve funcionar muito bem se o animal for atacado múltiplas vezes, não é?

3 – Caracóis assassinos

Fonte da imagem: Reprodução/Cracked

Os caracóis são considerados seres bem inofensivos, andam lentamente e não comem outros bichos, certo? Não! Uma espécie de caracol da Nova Zelândia, conhecido como caracol-âmbar, é capaz de ataques rápidos e fortes, capturar suas presas e digeri-las de um modo torturante.

A boca desse caracol é repleta de pequenas navalhas, que cortam o bichinho comido em milhares de partes para facilitar a digestão. Veja o vídeo do ataque:

4 – Salamandras disfarçadas de crocodilos

Fonte da imagem: Reprodução/Cracked

Ao olhar para algumas salamandras você pode pensar que são pequenos animais simples, com dentes para mastigar insetos pequenos. Entretanto, não espere por isso nas salamandras arbóreas. Elas podem parecer inocentes, porém possuem dentes superafiados que podem tirar sangue de qualquer homem. Felizmente, elas não são venenosas e suas mordidas não causam qualquer efeito colateral além das dores.

Fonte da imagem: Reprodução/Cracked

Essas salamandras se alimentam de inúmeros tipos de insetos, minhocas e outros invertebrados, porém também gostam de se alimentar dos seus próprios companheiros, já que comem as outras variações da espécie sem problemas.

5 – Camundongos sem pele

Fonte da imagem: Reprodução/Cracked

Os camundongos espinhosos africanos podem ser muito bonitinhos e simpáticos, porém fazem uso de um método um tanto drástico quando querem escapar dos seus predadores. Lembram da lula que desprendia seus tentáculos? No caso do camundongo, ele desprende sua própria pele, deixando-a em carne viva e escapando dos seus atacantes.

Enquanto isso, o predador fica com pedaço de pele cheio de espinhos e que podem machucar quem tentar comê-lo. Em alguns casos, eles podem descolar mais da metade da pele do corpo. O mais impressionante é que eles se regeneram rapidamente, considerando que estão sem pele e proteção – em somente três dias uma nova pele vai revestir o corpo do bichinho. Os pelos e os espinhos demoram mais tempo, mas o essencial aqui é a pele, certo? Nada de ficar com os músculos de fora.

Fonte da imagem: Reprodução/Cracked

Muitos estudos já são realizados com esse tipo de animal, já que o grau de regeneração deles é bastante impressionante, rápido e não deixa marcas. Quem sabe, eles escondam alguma química para nós humanos nos recuperarmos de cortes e machucados.

6 – Joaninhas são seres cruéis

Fonte da imagem: Reprodução/Cracked

As joaninhas são insetos fofos e bonitinhos que colorem o jardim de todo mundo, certo? Errado! Esses insetos são muito mais cruéis do que você pode supor, já que se alimentam de outros insetos e estão bem protegidos pela sua carapaça vermelha.

Desse modo, eles podem enfrentar centenas de presas sem se preocupar com contra-ataques – um tanto injusto, não? Além disso, quem tentar mordê-las vai degustar um veneno nada agradável e mortal para os pequenos insetos. Como se não bastasse, a fome das joaninhas é bem grande para o tamanho delas. Veja um vídeo de um ataque:

...

E você, conhece mais alguns animais ou insetos que também possuam algumas características sinistras? Compartilhe conosco!