A solidão bate e então você resolve que quer ter um animal de estimação para não se sentir tão sozinho. Fica difícil escolher um entre uma grande variedade de bichos disponíveis para se ter em casa. Surgem diversas opções, até mesmo aquelas que ninguém imagina. Algumas, perigosíssimas.

Entre as possibilidades, você pode até ter ideia das que não são confiáveis. Outras, nem imagina que devem ficar longe da sua residência. Montamos uma lista com os dez bichos de estimação que devem ser evitados. Melhor do que isso: não podem ser mantidos em casa de maneira alguma.

1 – Primatas

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia CommonsEles são bonitinhos, engraçadinhos, as crianças adoram tê-los por perto, mas não são recomendados como animais de estimação. Alguns proprietários tratam os primatas (lêmures, macacos, chimpanzés, babuínos...) como bebês, colocando fraldas e levando para passear em carrinhos, mas a natureza dos primatas já é agir como bebês.

Se contrariados, fazem birra e gritam muito, além do risco que o dono corre de ser mordido — os macacos não têm consciência moral. Sem falar que eles podem transmitir vários tipos de doenças, como hepatite A e HIV, o vírus da AIDS. Meio assustador, não é?

2 - Grandes felinos

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

A gente ouve relatos de pessoas aqui mesmo no Brasil que têm grandes felinos, como pumas, leões, tigres, onças e leopardos, como animais de estimação. Mas já pensou o perigo que correm? Esse tipo de animal é extremamente forte, perigoso e somos totalmente incapazes de desvendar o seu instinto, de saber o seu próximo passo.

A mordida de um felino de grande porte pesa toneladas e eles matam suas presas mordendo seu pescoço. E, se os dentes não matarem a presa, a pressão esmagadora da mandíbula com certeza o fará. Então, você pode até ter o sonho de ter um grande felino como animal de estimação, mas é recomendável um lindo gatinho pequeno mesmo.

3 - Cobras venenosas

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia

Tem gente que tem uma queda pelo perigo e o que querem mesmo são cobras venenosas como animais de estimação. Sem essa! As serpentes são capazes de matar o ser humano com uma única mordida e não há nenhum soro antiofídico que possa ser aplicado tão rapidamente que possa curar a pessoa. Sem falar de algumas espécies que cospem veneno nos olhos e causam cegueira imediatamente.

Quem quer ter uma cobra de animal de estimação pode optar por várias outras espécies que não produzem veneno. Elas podem ser mantidas em casa, bastando serem tomadas as medidas de segurança necessárias; caso elas escapem, não colocam em risco a vida de ninguém. Não vale a pena arriscar.

4 – Ursos

Fonte da imagem: Reprodução/Pixabay

No Brasil é praticamente impossível ter um urso como animal de estimação, mas a vontade que muitas pessoas têm de possuir um é muito grande. Nós ainda temos a visão de bichinhos fofinhos de pelúcia, mas não é bem assim. Já foram registrados animais pesando cerca de uma tonelada. Os mais leves pesam cerca de 80 a 100 quilos.

Os ursos se jogam sobre a pessoa ficando apenas sobre as patas traseiras e podem bater até a morte com golpes rápidos de suas patas. Mas então algumas pessoas afirmam: "Ursos de circo são treinados. Eu poderia treinar o meu". Você confiaria? Eu não!

5 – Quatis

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

Outro animal bonitinho que muita gente tem vontade de apertar. Não faça isso! Os quatis têm de 38 a 40 dentes muito afiados que podem entrar em ação a qualquer momento, pois são animais selvagens e requerem um lugar grande para vagar. Eles são extremamente ativos e difíceis de serem treinados, eliminando a possibilidade de criá-los em casa.

6 – Morcegos

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

Acha difícil ter alguém que queira ter um morcego como animal de estimação? Acredite: tem sim! Não podemos negar que eles são, à sua maneira, animais bonitos e intrigantes, mas é melhor observá-los pela TV, em um zoológico ou cuidadosamente em seu habitat natural. Nada de levá-los para sua casa, por favor!

Os morcegos transmitem raiva e outras doenças, trazendo a possibilidade de zoonose. Também possuem dentes afiadíssimos, trazendo perigo para as pessoas em sua residência e para toda a vizinhança. Não existe nenhum jeito de ter e cuidar de um morcego na sua casa, portanto, não pegue esses bichos intencionalmente.

7 - Lobos e chacais

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia

Não tem como negar a beleza desses animais, mas os lobos e chacais são muito selvagens para viver ao lado de seres humanos. Eles não são domesticáveis, e levar um animal desses para sua casa é correr sérios riscos, pois eles atuam de acordo com seus instintos — caçando, jogando, dormindo e atacando quando bem entenderem.

Uma curiosidade interessante é que os lobos e chacais podem sentir um animal doente dentro de um grupo, mesmo quando o animal não apresenta nenhum sintoma. O lobo-cachorro tem crescido em popularidade como animal de estimação, mas eles não são muito diferentes de seus primos lobos puros e também devem ser evitados.

8 – Juparás

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

Também da família dos guaxinins, o jupará tem crescido em popularidade nos últimos anos. Menor que o seu primo quati, eles são criaturas noturnas e muito conhecidas por sua agressividade. Eles não gostam de serem acordados durante o dia, gritando, agarrando e mordendo até mesmo os seus donos.

9 - Jacarés e crocodilos

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

Existe alguém que tem répteis como animais de estimação? Existe! E que ainda trata o bicho como bebê. Dá para acreditar? Mas não é de bom senso confiar em um animal enorme que pode matar uma presa tão grande quanto um gado. A maioria das casas nem tem como acomodar um bicho dessas dimensões.

O chicote da cauda de um jacaré ou crocodilo pode quebrar as pernas de uma pessoa. A mordida desses répteis causa infecções que resultam em amputações — isso se a amputação não for imediata —, além de poder matar por conta da força, que pesa cerca de duas toneladas.

10 – Raposas

Fonte da imagem: Reprodução/Pixabay

Algumas pessoas afirmam que as raposas podem ser domesticadas por serem mais mansas, mas a verdade é que isso está longe de acontecer e elas são muito perigosas, principalmente quando se tem criança por perto. Esse animal possui dentes afiados e, quando ficam assustadas, recorrem aos seus instintos selvagens, atacando quem for.

Além desse perigo iminente de ataque, as raposas têm um odor almiscarado característico que não é nada agradável. Não existe nenhum protocolo de vacinação para as raposas. Isso significa que elas podem transmitir doenças com a sua mordida e até mesmo com o simples convívio com o ser humano. Desista dessa ideia.

...

É bem difícil que o animal dos seus sonhos esteja nessa lista, mas, se estiver, que tal substituí-lo por um lindo cachorrinho, um gato fofinho ou um peixinho dourado? Eles são muito mais dóceis, podem conviver livremente com as pessoas e você não corre risco de se ver dentro de mandíbulas assustadoras ou patas enormes! É só uma dica!