O Cetorhinus maximus, também conhecido como tubarão-frade ou tubarão-peregrino, chega a até 10 metros de comprimento e se alimenta apenas de plâncton. O animal, por causa da baixa velocidade e natureza pouco agressiva, se tornou alvo de pescaria.

Hoje, a espécie é protegida em várias regiões, e o comércio de produtos derivados da sua captura foi restrito. Estes tubarões têm as barbatanas arrancadas para a culinária, a pele retirada para a utilização do couro e o fígado triturado para a produção de óleo. Muitos deles, depois de retalhados por humanos, mas ainda vivos, são devolvidos ao mar para morrerem de inanição.

Não existem muitas informações sobre o pescador destas fotos. Porém, infelizmente, ele acabou capturando um Cetorhinus maximus. Veja as imagens para saber como o animal se parece.