Normalmente, quando vemos alguma abelha se aproximando, nossa maior preocupação é a de se certificar de que não vamos levar nenhuma picada indesejada. A verdade é que poucas vezes paramos para pensar no quão incríveis são esses animais — além de quando estamos saboreando alguma coisa feita com mel ou quando temos a garganta inflamada e apelamos para o bom e velho própolis!

Mas, e sobre o desenvolvimento desses animais, você alguma vez parou para pensar em como as abelhas nascem e se tornam adultas? O vídeo que você verá a seguir foi capturado pelo pessoal da National Geographic, e mostra um time lapse que condensa em pouco mais de um minuto o processo de desenvolvimento das abelhas, de quando elas são apenas pequenas larvas até elas se transformarem em insetos maduros. Assista:

O processo que você acabou de ver foi registrado pelo fotógrafo Anand Varna e, apesar de ter sido apresentado em cerca de um minuto, na verdade ele tem duração de 21 dias. De acordo com Melody Rowell da National Geographic, depois que a abelha rainha põe os ovinhos nos alvéolos que compõem o favo, as abelhas operárias os alimentam com uma substância secretada por elas durante alguns dias, até que eles eclodem.

Então, de dentro de cada ovo sai uma larva, e essa larvinha continua se alimentando e crescendo até o décimo dia do ciclo. Nesse período, é possível ver o corpo — com o surgimento da cabecinha e as patas — tomando forma. A partir desse estágio, as abelhas operárias cobrem o alvéolo, e onze dias mais tarde, uma abelha adulta emerge!

Projeto

Para conseguir acompanhar o desenvolvimento das abelhas, Varna colocou um pedaço de favo no interior de uma incubadora, e montou sua câmera em uma estrutura que permitiu que ele fotografasse alvéolos diferentes a partir da mesma posição no decorrer de uma semana.

Segundo Varna, seria complicado clicar apenas um “bebê-abelha” durante 21 dias, então ele fotografou vários deles para conseguir capturar a transformação de larva a animal maduro conforme ela ia acontecendo. Além disso, tal como acontece com qualquer projeto experimental, o fotógrafo teve que realizar uma série de ajustes e repetir todo o processo dezenas de vezes até que ele conseguisse capturar o ciclo completo que você viu no vídeo.

Por certo, o incrível time lapse acima representa a culminação de seis meses de trabalho repletos de desafios, como níveis de umidade inadequados e infestações de formigas e outros bichos — como a do ácaro varroa, que você pode ver a partir do minuto 0:25 do filme. No entanto, o resultado de tanto trabalho é simplesmente fascinante.