Não é preciso fazer muito mais do que apenas olhar para se apaixonar por um panda, não é mesmo? Realmente, a maioria de nós, humanos, facilmente se encanta pela fofura desses animais. Mesmo assim, há muitos fatos sobre eles que não são tão conhecidos, e alguns podem fazer você ficar ainda mais atraído pela beleza desses ursos tão carismáticos. Confira!

1. Pequeninos

Os pandas recém-nascidos são os menores mamíferos, em relação à própria mãe, na Terra. A escala de tamanho dos bebês para as genitoras é de 1/900. Eles cabem na palma da mão de um humano e, além disso, os pequenos não têm a capacidade de enxergar, o que os deixa ainda mais vulneráveis.

2. 99% vegetarianos, mas aquele 1%...

Sim, não se sinta enganado, mas eles não se alimentam somente de bambu, como costuma parecer. Apesar de essa planta constituir 99% da dieta desses animais, os integrantes da vida selvagem também costumam consumir pequenos roedores e até almíscar de filhotes de cervos.

3. ...ou será o contrário?

Mesmo com a conhecida dieta à base de bambu, o sistema digestivo dos pandas está muito mais próximo do de um carnívoro do que de um herbívoro. Inclusive, seja com vegetais ou com pequenos roedores, eles sempre fazem uso do molar, que é o maior dente de um mamífero carnívoro no mundo.

4. Comem e dormem

Esses animais possuem um sistema digestivo extremamente ineficiente. Em função disso, os pandas passam de 10 a 16 horas por dia comendo. No tempo restante, eles apenas dormem e descansam.

5. Se sentam para comer

Os pandas possuem um modo único de se alimentar e lembra o jeito como nós, humanos, nos sentamos no chão. Isso ocorre para eles poderem segurar o bambu com uma adaptação também única no reino animal: um “falso dedão”, que se trata de um osso prolongado dos punhos.

6. Sedentários, mas nem tanto

Apesar da vida calma e tranquila que levam, na qual precisam se preocupar apenas em comer e dormir, eles possuem grandes habilidades para escalar e nadar. Os pandas conseguem subir até quase 4 mil metros nas montanhas atrás de comida.

7. Antissociais

Os pandas são o cúmulo da solidão. Procurando ficar sozinhos, eles utilizam o seu faro aguçado para sentir o cheiro e evitar contato com outros animais da mesma espécie.

8. Diferentes dos ursos

As inúmeras diferenças dos pandas em relação aos outros ursos fizeram com que por muito tempo se acreditasse que eles eram parentes dos guaxinins. No entanto, segundo o Zoológico Nacional Smithsonian, dos Estados Unidos, eles podem ser tão perigosos quanto as outras espécies próximas.

9. Se não fosse a intervenção humana, estariam extintos

Os problemas de extinção causados pela invasão das cidades aos seus habitats naturais existem, mas os pandas também sofrem pela dificuldade de relacionamento. As fêmeas só estão abertas à reprodução durante 2 ou 3 dias por ano. Além disso, os espécimes de cativeiro ainda costumam relutar para cruzar. A fim de resolver isso, as pessoas encarregadas dos abrigos colocam pornografia e dão Viagra aos animais para tentar corrigir o problema.

10. Esforços humanos têm sido recompensados

O Centro de Pandas Bifengxia, na China, está à frente da luta contra a extinção da espécie. Desde 2004, eles criam pandas em cativeiro com segurança. Outra organização chinesa especializada também realiza o trabalho, mas de maneira ainda mais ambiciosa, buscando introduzir os animais criados na vida selvagem. A dedicação dessas e de outras reservas naturais fez a população mundial de pandas crescer 17% desde 2003.