1. Papagaios falam melhor do que acreditamos

Estudos mostram que eles não são apenas reprodutores do que escutam: os papagaios possuem pensamento lógico e são capazes de resolver problemas linguísticos como crianças na faixa etária dos 4 aos 6 anos.

Papagaios compreendem o significado de algumas palavras

2. Elefantes realmente possuem boa memória

Você já deve ter ouvido esse ditado por aí, e ele possui fundamento. Apesar de ser difícil quantificar a inteligência dos animais, existe o quociente de encefalização, que é a razão entre o tamanho cerebral real e o tamanho esperado em função do tamanho do corpo do bichinho. No homem, é de 7,33 a 7,69, no porco, de apenas 0,27, e nos elefantes é de 1,88. Pesando quase 5 kg, o cérebro deste último pode armazenar muita memória!

Elefantes não se esquecem tão fácil das coisas

3. Girafas possuem um complexo sistema circulatório

A altura favoreceu a evolução das girafas, permitindo que elas se alimentem de vegetação inacessível a muitos animais. Porém, o longo pescoço requer um sistema de vasos sanguíneos eficiente, para fazer o sangue atingir o topo de sua cabeça. O coração precisa bater muito mais forte para bombar a quantidade suficiente, e a veias abaixo do coração (principalmente nas patas) precisam ser mais finas para não reterem o líquido vital.

Coração da girafa precisa ser bem potente

4. Peixes são mais propensos a mudar de sexo

O hermafroditismo é muito mais comum entre os peixes do que em qualquer outro vertebrado da Terra. Por isso, muitas espécies podem trocar de sexo dependendo do ciclo hormonal ou da mudança ambiental. Outros, porém, mantêm tanto seus órgãos masculinos quanto os femininos, para aumentar a chance de reprodução.

Peixes podem mudar de sexo para permitir a sobrevivência da espécie

5. Pintinhos são animais camaradas

Se você pensa que a seleção natural produz animais “egoístas”, precisa saber que os pintinhos praticam o altruísmo com seus irmãos. Ao notarem que é hora da alimentação, eles emitem um som específico para chamar seus companheiros para o rango.

Pintinhos chamam irmãos para a merenda

6. Castores possuem dias “maiores”

Durante o inverno, os castores evitam sair de suas tocas escuras, vivendo de alimentos previamente armazenados ou da própria gordura de seus corpos. Como eles raramente saem das tocas e não veem a luz do Sol, seu ritmo circadiano – o tal relógio biológico – acaba tendo a sensação de que os dias duram, na verdade, 29 horas!

Castores mudam o relógio biológico no inverno

7. Baleias produzem leite com até 50% de gordura

Um filhote de baleia passa até 12 meses no útero da mãe para nascer com cerca de 1/3 do tamanho dela. Para alimentar sua prole, as baleias-mamães contraem músculos em volta de seus mamilos para esguichar o leite na boca dos bebês. E como esse leite tem até 50% de gordura, os filhotes possuem um crescimento bem acelerado.

Filhotes de baleia crescem rápido por causa do leite gorduroso

***

Você sabia que baleias têm mamilos? Comente no Fórum do Mega Curioso