1. O binturongue também é chamado de urso-gato-asiático, apesar de não ter nada a ver com gato nem com urso

Eles pertencem à família Viverridae e são mamíferos de pequeno e médio porte encontrados no Oriente, principalmente em Bornéo, Vietnã, Malásia, Indonésia, Filipinas, Tailândia e Myanmar

2. Apesar de serem considerados carnívoros, eles se alimentam principalmente de frutas

Na natureza eles comem carniça, ovos e plantas, já em cativeiro preferem rações de cachorro e são apaixonados por uvas

3. O binturongue marca seu território arrastando a cauda sobre sua urina, que tem cheiro semelhante ao de pipoca com manteiga

Os pesquisadores descobriram que a composição dos dois cheiros é realmente bem semelhante

4. O cheiro característico também é formado pelo suor da cauda desse animalzinho

Assim como outros membros da família Viverridae, as glândulas odoríferas do binturongue ficam embaixo de seu rabo

5. Esses animais fazem uma série de barulhos, como “risadas” quando estão felizes ou gritos agudos quando estão com raiva

Já as fêmeas apaixonadas podem até mesmo ronronar igual aos gatinhos

6. Binturongues possuem a cauda preênsil; isto é, que serve como um membro extra para se agarrar nas árvores

Até mesmo quando eles estão dormindo, suas caudas estão firmemente enroladas em algum galho

7. Esses animais vivem principalmente nas árvores, raramente descem ao chão

Entretanto, eles não possuem a capacidade de saltar de uma árvore para outra

8. Eles podem andar sobre duas patas, com movimentos semelhantes aos de um urso

O jeitão desengonçado se deve aos pés chatos

9. As fêmeas podem atrasar o embrião

Apesar de esses animais reproduzirem o ano todo, os filhotes geralmente nascem entre janeiro e março – cientistas acreditam que a fêmea faz o embrião “esperar” condições climáticos ideais para ser fixado no útero

10. Binturongues são essenciais para a preservação da figueira-estranguladora

Eles são uma das duas únicas espécies que auxiliam a germinação natural dessa planta, que possui uma semente com revestimento muito duro. As enzimas digestivas dos bintorungues suavizam essa casca grossa e são fundamentais para a preservação dessa espécie vegetal

***

Você já ouviu falar do binturongue? Comente no Fórum do Mega Curioso