Goran Olsen, um andarilho, estava descansando durante uma caminhada nos arredores da aldeia de montanha de Haukeli, na Noruega, quando encontrou uma antiga espada viking de aproximadamente 1.265 anos, escondida sob uma pedra. A informação é do site Mother Nature Network, baseada em uma declaração do Conselho de Hordaland, condado próximo ao local onde o objeto foi encontrado no último mês de outubro.

Quem constatou a idade aproximada da espada foram arqueólogos que analisaram também as condições e se surpreenderam com o ótimo estado em que o artefato se encontra, apesar do longo tempo em exposição ao ar livre. Tirando algumas partes de ferrugem e o punho perdido, o artefato de 77 centímetros, confeccionado inteiramente de ferro, está praticamente inteiro. A relíquia foi levada para o Museu Universitário de Berga, em Hordaland, para ser melhor estudada.

De acordo com um dos curadores do local, Per Morten Ekerhovd, é muito raro encontrar algo remanescente da Era Viking tão bem conservado. “Ela poderia ser usada hoje, se os gumes fossem afiados”, declarou em entrevista à CNN.

Imagem do planalto da montanha próximo à aldeia Haukeli, onde a espada foi encontrada

A explicação para tal situação se dá em função do clima do local onde a espada foi encontrada. Na montanha em que ela estava, todos os arredores estão cobertos de neve e permanecem assim durante pelo menos seis meses por ano. Durante o verão, a região enfrenta condições de muito baixa umidade. Por isso, o objeto sobreviveu muito bem a mais de um milênio sem grandes deteriorações.

A origem da espada e sua importância

Não se sabe ao certo qual é a real origem da espada viking. De acordo com Ekerhovd, ela pode ter pertencido a alguém com grande poder aquisitivo, de um tempo em que esse tipo de artefato era, principalmente, símbolo de status, já que, na época, a mineração e o refino de ferro eram muito caros. O planalto em que estava a relíquia não é conhecido por receber só caminhantes e praticantes de esqui, mas também por muitos viajantes antigos que passaram pela região, incluindo os da Era Viking.

Posando com a espada encontrada, (da esq. p/dir) a Diretora de Cultura do Condado de Hordaland, Anna Elisa Tryti, a prefeita Anne Gine Hestetun e o curador Per Morten Ekerhovd

Os pesquisadores do museu planejam agora realizar expedições ao local com o intuito de tentar levantar maiores informações do contexto que envolvia a espada no momento em que ela foi deixada para trás. Para Ekerhovd, o dono do objeto pode ter sofrido algum ferimento ou até ter sido atingido por uma onda de frio pela qual acabou congelado.

A equipe do Museu Universitário de Berga vai trabalhar para preservar o artefato e investigar melhor a sua relevância histórica. O pesquisador Per Morten Ekerhovd ressalta que todos ficaram felizes por receber um objeto tão raro e em condições tão incríveis. “Ele vai esclarecer alguns pontos da nossa história antiga. É um exemplo de artefato muito importante da Era Viking”, destacou.

Como você acredita que era o dono da espada Viking de mais de 1,2 mil anos? Imagine a história e conte pra nós no Fórum do Mega Curioso