Como nós já mostramos aqui, o Irã abriga algumas das mesquitas mais imponentes que existem

(Reprodução/Bored Panda)

Uma delas, localizada na cidade de Shiraz, ilustra perfeitamente a beleza dos templos religiosos do país

(Reprodução/Bored Panda)

Antigamente, ela era um mausoléu, e, com o passar dos séculos, acabou se tornando um grande ponto de peregrinação para os muçulmanos

(Reprodução/Bored Panda)

Para tanto, a construção foi ampliada e adornada com os itens religiosos do Islã

(Reprodução/Bored Panda)

A decoração brilhante feita com cacos de vidro e espelhos, no entanto, só surgiu no século 14 a pedido da rainha Tash Khatun, que desejava intensificar a luz da mesquita em milhares de vezes

(Reprodução/Bored Panda)

Por isso a construção ganhou o nome de Shah Cheragh (algo como “Rei da Luz” em persa) 

(Reprodução/Bored Panda)

Embora as mãos humanas e as catástrofes naturais tenham modificado seus traços originais, ela foi restaurada e sua beleza ímpar segue reluzindo até hoje

(Reprodução/Bored Panda)