Basta viajar por nosso imenso — e belíssimo — país para descobrir a enorme diversidade que o Brasil abriga. Imagine só se estendêssemos esse “passeio” por todo o mundo... A quantidade de povos e culturas diferentes que não encontraríamos! Pois, de acordo com Jessica Stewart, do site My Modern Met, foi isso o que o fotógrafo belga Serge Anton se propôs a fazer e registrar com a lente de sua câmera.

Espelhos da alma

Segundo Jessica, Serge, na verdade, é um profissional especializado em fotos de arquitetura e decoração, mas, desde os tempos de colégio, sempre sentiu verdadeiro fascínio pela face humana — e por todas as emoções que as expressões delatam. E ele passou nada menos que três décadas viajando pela Terra e, em suas passagens por países da África, Ásia e muitas terras exóticas, ele se deparou com uma gigantesca diversidade — e, é claro, fazendo retratos belíssimos de pessoas interessantes com as quais ele se deparou pelo caminho.

Para Serge, o rosto de uma pessoa é uma espécie de espelho de sua alma e, com seus retratos, ele nos convida a fazer o exercício de olhar além de rugas, sorrisos e até dos lugares de onde os indivíduos nas fotos são para enxergarmos suas almas, o espírito humano brilhando através de seus semblantes. A coleção de imagens capturadas pelo belga foi transformada no livro “Faces”, mas você pode conferir uma pequena amostra a seguir:

Para conhecer melhor o incrível trabalho do fotógrafo, não deixe de visitar seu site — através deste link — e o perfil dele no Instagram (aqui).

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!