A Christie’s, uma das mais famosas casas de leilão do mundo, vendeu pela primeira vez uma obra de arte criada por uma inteligência artificial. Trata-se da impressão de uma gravura gerada pela plataforma criada por um coletivo francês chamado Obvious, que usou uma rede adversarial generativa (GAN) – um algoritmo de machine learning – que foi treinada para estudar pinturas históricas e fazer sua própria criação com base nisso.

Esperava-se que a ilustração fosse vendida por algo em torno de US$ 10 mil, algo perto de R$ 37 mil, mas o resultado final impressionou a tradicional casa de leilões, já com seus 252 anos de funcionamento. A obra criada pela inteligência artificial arrecadou US$ 432,5 mil, aproximadamente R$ 1,6 milhões, mas o comprador preferiu se manter no anonimato.

a

Em uma declaração pública, o coletivo Obvious afirmou: “Somos gratos à Christie's por abrir esse diálogo na comunidade de arte e honrados por fazer parte dessa conversa global sobre o impacto dessa nova tecnologia na criação de arte”.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Obra criada por inteligência artificial é leiloada por mais de US$ 400 mil via TecMundo