Em uma outra matéria. fizemos uma breve apresentação sobre "Magic: The Gathering" (que você pode ver aqui link, caso esteja curioso). Falamos, inclusive, que o mercado de compra e venda de cartas pode ser algo bastante complicado, principalmente para alguém que está conhecendo agora o Multiverso.

Cartas comuns encontradas hoje em boosters – um pacotinho que hoje em dia vem com quinze cards aleatórios para você testar sua sorte – podem custar qualquer valor entre R$ 0,25 e R$ 500 no mercado de revenda. No entanto, existem algumas que vão muito além desses preços. Se você está se perguntando quanto uma cartinha de um jogo consegue custar, pode ficar tranquilo, o Mega Curioso está aqui para tirar suas dúvidas com uma lista das dez cartas mais caras da história de "Magic".

Talvez você note que precificar uma carta de "Magic" pode ser um trabalho complicado, já que muitos fatores podem interferir em seu preço. Ela, que 1 ano atrás custava R$ 30, pode muito bem custar R$ 200 agora; já uma unidade que vale bons R$ 500 pode custar a metade disso caso não tenha sido bem cuidada. Os itens da lista consideram cartas em seu estado mais perfeito e que tenham sido encontradas em sites de revenda e leilão usados pela comunidade do jogo.

10. Time Vault

  • Preço: R$ 4.000

O Time Vault por si só não tem muito poder para explicar seu valor sozinho: ao custo de perder um turno, você pode ganhar outro quando quiser. Efetivamente, é como se o jogador estivesse “guardando” o turno para quando precisar.

Mas por que então esse card é tão caro se o preço de seu efeito é tão custoso quanto seus benefícios? Na verdade, o valor do Time Vault é explicado com outra carta que, sozinha, é bastante despretensiosa: a Chave Voltaica.

Em conjunto, o que ambos os cards fazem é simplesmente burlar o preço que Time Vault pede para ser ativado, podendo funcionar em turnos infinitos até você ganhar a partida. Não é de se surpreender que seu uso é limitado a apenas uma carta até em uma modalidade de jogo que abraça quase todas as cartas já feitas – e banida em todo o resto.

9. Timetwister

  • Preço: R$ 10.000

Timetwister, assim como a maioria das cartas dessa lista, vem das primeiras coleções comercializadas de "Magic", que tiveram um número de impressões ínfimo para sua base de jogadores – o que já justifica boa parte de seu preço.

O poder desse card, a um primeiro momento, pode parecer bastante caótico: você praticamente recomeça a partida, já que ambos os jogadores reembaralham todas as cartas da sua mão e aquelas que foram descartadas até aquele momento da partida. Mas isso é essencial para recuperar os cartões-chave da sua estratégia que não tiveram o efeito desejado.

8. Tropical Island

  • Preço: R$ 13.000

Uma das características mais distintas de "Magic" é que você precisa de mana para invocar qualquer carta da sua mão, sendo que as mágicas mais poderosas costumam pedir diferentes cores dessa energia. Normalmente, isso é resolvido com os cards de terrenos, que são a fonte primária de mana dentro do jogo.

Qual o problema com isso? Terrenos que geram mana de mais de uma cor normalmente trazem alguma limitação a mais: algumas cartas levam um turno inteiro para poderem ser usadas; outras tomam pontos de vida para não entrarem inutilizadas no campo de batalha (ou mesmo toda a vez que são utilizadas); e até mesmo cumprir requisitos mais específicos, como ter outros determinados terrenos em campo, estão entre as “complicações” encontradas.

Imagine, então, que os primeiros terrenos multicolores – as famosas dual lands – não tinham nada disso. Pois é, era colocar elas em jogo e usá-las de uma vez só. O desequilíbrio foi tanto que hoje em dia todas as cartas desse tipo possuem restrições, como falamos acima; obviamente, não foram feitas muitas reimpressões delas, resultando em sua enorme raridade e valor.

Vale dizer que, na época, foram lançadas várias dual lands, cada uma combinando duas das cinco cores principais de "Magic". No entanto, a Tropical Island acabou por ser a mais cobiçada de todas, saltando bastante à frente em preço.

7. Birds of Paradise

  • Preço: R$ 14.000

Birds of Paradise é o tipo de carta que até hoje pode ser encontrada em vários decks diferentes, principalmente aqueles que não possuem somente uma cor. Isso justamente por ser um card que pode ser usado como uma fonte de mana extra de qualquer tipo – o que ainda ajuda a eliminar as restrições de poder adicionar um único terreno de seu lado do campo por turno, acelerando consideravelmente os decks que invocam monstros mais caros.

A partir disso, você provavelmente já sabe o motivo de seu preço absurdo: pegue uma carta extremamente útil e procurada ao ponto de ter sido reimpressa diversas vezes ao longo dos anos, depois junte a isso a raridade das primeiras cartas de "Magic". Como resultado, Birds of Paradise tem uma diferença de preço abismal entre suas versões mais recentes, que mal chegam à faixa dos R$ 10, enquanto sua primeira edição custa a entrada de um carro de luxo.

6. Copy Artifact

  • Preço: R$ 18.000

Apesar de poderosa, Copy Artifact é uma carta que, mesmo fazendo parte da coleção Alpha (a primeira), não passa de R$ 1,5 mil. O que a faz ocupar o sexto lugar em nossa lista é o fato de uma edição específica fazer parte de um grupo de impressões que deram errado.

Na tentativa de correção e recall, aconteceram outros erros e algumas cartas acabaram de fato caindo no mercado. A história foi tão curiosa que as impressões com falhas ganharam seu próprio nome: Summer Magic ou Edgar.

A maioria das cartas dessa coleção acidental possuem um valor elevado pelo simples motivo de serem únicas. Inclusive, existem colecionadores por aí que prezam as cartas com defeito de montagem tanto quanto as edições especiais em perfeito estado.

5. Chaos Orb

  • Preço: R$ 28.000

Chaos Orb mantém um preço absurdo por ser Alpha, mas tem um twist curioso: além de precisar ser literalmente jogada para funcionar, ela “destrói” qualquer outro card com que tiver contato na queda.

Esse é um exemplo de carta que possui uma lenda urbana própria na comunidade de "Magic". Devido ao efeito de “destruir qualquer carta que encostar”, dizem que, na final de um campeonato, um dos finalistas encontrou uma maneira criativa de vencer: rasgar a carta em pedaços e causar uma destruição em massa no campo inimigo.

4. Time Walk

  • Preço: R$ 44.000

Pois é. Entramos em níveis de cartas que podem ser trocadas por um carro. Mas, também, é simples explicar porque um card como esse tem um preço tão brutal. Time Walk tem o mesmo efeito de Time Vault, mas esse aqui funciona sozinho, sendo que seu custo para colocá-lo em campo é extremamente baixo. E já falamos como um turno extra faz toda a diferença em um game como "Magic"?

3. Ancestral Recall

  • Preço: R$ 48.000

Ter qualquer tipo de vantagem é um grande passo para a vitória em uma partida de "Magic", e, depois de tantos itens que deixam isso bastante claro, você também já deve ter percebido o que acontece. Ancestral Recall não é diferente. Porém, é ainda mais brutal do que os exemplos anteriores: a qualquer momento, por uma mana, você ganha a ABSURDA vantagem de três cartas. Hoje, o mesmo efeito custaria cinco vezes mais para ser usado.

2. Mox Emerald, Pearl, Ruby, Jet e Sapphire

  • Preço: entre R$ 32.000 e R$ 48.000

Talvez, à primeira vista, uma simples carta não pode ser tão poderosa, certo? Afinal, tudo o que ela faz é gerar mana. O que o criador do jogo não contou era que esses cards burlavam a regra mais básica de "Magic" desde o começo dos tempos, que já comentamos aqui: a possibilidade de colocar em campo apenas um terreno por turno.

Em resumo, aquele zero inocente no canto superior de uma Mox apenas significa que é possível colocar em jogo tantas quanto estivessem em mão, sem custo algum. Pense que, na época em que foram lançadas (no Alpha, lógico), os jogadores simplesmente trocavam todos os terrenos para a quantidade de Mox necessárias para destruir seu adversário no primeiro turno com magias caríssimas. Resultado: foram banidas e restritas.

Cada Mox representa uma cor de mana diferente e, apesar de possuírem valores distintos, a função delas é a mesma. A diferença no preço nada mais é do que a demanda por decks diferentes; enquanto Mox Emerald, Pearl e Ruby estão na faixa dos R$ 30 mil, Jet e Sapphire são quase R$ 16 mil mais caros.

1. Black Lotus

  • Preço: R$ 348.000

A Black Lotus é famosa por seu preço a um ponto absurdo, sendo talvez uma das poucas cartas que mesmo quem não sabe nada de "Magic" já ouviu falar. Seu valor é tanto que, recentemente, uma delas em perfeito estado de conservação foi leiloada a nada menos do que 87 mil dólares.

O motivo para isso? Simples: ela permite um dos primeiros e mais poderosos combos da história de "Magic". Combinada com as cartas Channel e Fireball, é possível literalmente vencer uma partida no primeiro turno de jogo, gerando os exatos pontos de mana e de dano necessários para acabar com os 20 pontos de vida do adversário.

Claro que esse valor equivale a um apartamento e um carro. Para nós, meros mortais, a simples ideia de gastar tanto em um pequeno pedaço de papel chega a ser um absurdo. Mas, para quem é fã, o mercado de compra de cards de "Magic" é amplo. Inclusive, conta com especialistas para averiguar a autenticidade das cartas com valores tão altos.

.....

Apesar de tudo, é muito importante que você saiba que a edição e a coleção da carta também são um grande fator a se considerar no preço. Alguns itens dessa lista possuem unidades que, mesmo fazendo exatamente a mesma coisa, têm uma diferença brutal de preço por esse simples motivo.

Outro ponto que vale o aviso é que os preços foram convertidos sobre o valor do dólar atual, para que você tenha uma maior noção da cifra das cartas. Sabemos que os principais centros de venda delas não usam uma conversão tão direta. No entanto, como os cards em questão são de edições tão antigas que o jogo ainda nem tinha saído de terras americanas, apresentá-los dessa forma traria uma visão mais real do valor de cada um deles.

Inclusive, sabemos que podem haver divergências de preços e, apesar de termos encontrado as informações através de fontes confiáveis, por se tratar de vendas pontuais, não existe uma precificação exata, somente um valor médio que pode ser usado como base.

Se você é um jogador novo e que tem curiosidade de conhecer mais do jogo e aproveitá-lo, saiba que não é necessário vender sua casa para isso. Existem diversos decks comercializados em "Magic: The Gathering" que custam menos de um décimo dessa lista e que trarão toda a diversão que você busca em uma partida.