Você consegue imaginar como seria se as marcas de luxo produzissem as embalagens e vendessem produtos comuns, como farinha, leite, massas, arroz e biscoito? Possivelmente os itens viriam em pacotes incríveis, feitos com muito capricho e com os símbolos mais cobiçados do mundo da moda, beleza e tecnologia.

Pensando nisso, o artista, natural de Marrocos (mas sediado em Israel), Paddy Mergui resolveu criar uma série de imagens com esses produtos usuais do dia a dia das pessoas, mas com uma roupagem totalmente diferente, apresentando como seria se as marcas de luxo vendessem e embalassem esses itens.

Segundo o site SF Gate, o trabalho de Paddy é uma forma de se pensar sobre a valorização exagerada que se dá as grifes de luxo. De acordo com a entrevista do artista concedida ao SF, o que os consumidores realmente obtêm quando compram produtos de luxo é que eles estão buscando algo que não têm em si mesmos. “Mas há que se diferenciar, até onde isso se torna uma preocupação exagerada e ridícula?”, questiona ele.

O trabalho de Paddy está exposto no Museum of Craft and Design, em San Francisco (EUA), até 15 de junho, 2014. Confira as imagens abaixo.

1 – Salame – Louis Vuitton

2 – Fórmula (leite em pó) – Chanel

3 – Laranja – Nike

4 – Sal e pimenta – Hermès

5 – Farinha – Prada

6 – Biscoito – Dolce & Gabbana

7 – Noodles instantâneo – Burberry

8 – Manteiga – Bvlgari

9 – Leite – Apple

10 – Massas – Ferrari

11 – Ovos - Versace