No final de 2015, o site Universo Retrô, em parceria com a produtora Be a Bombshell, lançou um calendários de Pin-Ups em prol do Lar das Mãezinhas, uma casa de repouso feminina localizada no bairro da Penha, em São Paulo. Este tipo de projeto é bastante comum nos Estados Unidos, mas ainda não havia sido feito no Brasil.

Para o projeto foram convidadas 12 mulheres brasileiras, que têm o retrô como estilo de vida, representando cada um dos meses do ano e suas respectivas datas comemorativas. Tudo isso, respeitando a personalidade de cada modelo, seu estilo e suas preferências.

“A nossa ideia era realmente traduzir a diversidade da cultura retrô brasileira, num projeto divertido e que pudesse ainda ter um cunho beneficente. O projeto foi um verdadeiro sucesso e conseguimos atingir os objetivos financeiros esperados pela campanha. A verba foi doada no mês de maio, junto a uma visita das Pin-Ups ao asilo”, explica Daise Alves, diretora do Universo Retrô e produtora executiva do projeto.

A produção das fotos foi dividida em três ensaios, clicados em dias e locações diferentes. De janeiro a março, o salão retrô Circus Hair, localizado no Jardim Paulista, em São Paulo, serviu de cenário para a artista circense Mona Liza representar o Dia do Mágico; a dançarina burlesca Aurora D’Vine, o Carnaval; a modelo retrô FabiCherry, o Descobrimento do Brasil, e a Miss Pin-up The Sailor 2015, Madame Rose ‘N Roll, representar a Páscoa.

Em seguida, de maio a agosto foram clicados na hamburgueria e loja kustom Cia 66, em Moema. A cantora de rockabilly Cherry Rat representou o Dia do Trabalho; a designer de moda Sarah Amethyst, o Dia dos Namorados; a make-up artist Mari Kato, como Dia do Rock, e a estilista e Miss Pin-up Viva Las Vegas 2015, Marilia Skraba, que também assina o styling do calendário, o Dia do Soldado.

Os meses de setembro a dezembro ganharam cenários da Boutique Vintage Brechó e Bar, no Belém, com a blogueira retrô e jornalista Gladis Vivane, para o Dia da Secretária; a amante do horror vintage e blogueira, Dracurella, representando o Halloween; a modelo afrodescente e amante dos garimpos, Nanne Ahadi, para o Dia da Consciência Negra, e a proprietária de brechó, Bruna Gilda, para o Natal.

Em parceria com o Be a Bombshell, consultoria pioneira em ensaios retrô no Brasil, o projeto teve produção artística de Marilia Skraba, fotografia de Marcello Garcia (Assistente: Paula Muller), beleza de Silvia Brito (Assistentes: Jéssica Monge, Amanda Lucci e Juliane Palesel) e figurino da marca de moda retrô Sundae Inc.

“Além de disponibilizar uma peça linda de decoração e de ótima qualidade para nossos leitores e parceiros, este projeto conseguiu reunir uma equipe de 20 apaixonados pelo retrô em prol de uma boa causa. Isso não tem preço. Mensalmente, os ensaios completos também podem ser conferidos no site Universo Retrô”, comemora Daise.

Sobre o Universo Retrô

Lançado oficialmente no dia 1 de julho de 2015, o Universo Retrô é o primeiro portal brasileiro de conteúdo inteiramente focado em cultura, entretenimento e lifestyle vintage e retrô. No site, é possível encontrar artigos e reportagens diversas sobre tudo que envolva as décadas de ouro do passado: de 1920 a 1990, passando, especialmente, pelos saudosos anos 1950 com todo o charme que revolucionou o século 20.

Idealizado por duas jovens profissionais, amantes dos anos dourados e do universo das pin-ups, cadillacs e rockabilly, traz notícias diárias sobre música, moda, design, fotografia, cinema, gastronomia, turismo, comportamento, eventos, e os mais diversos assuntos que sejam inspirados pelo passado. O site conta também com colunistas renomados, entre jornalistas, publicitários, historiadores, blogueiros e entusiastas do passado.

A publicitária Daise Alves, criadora do blog Menteflutuante Retrô, e a jornalista Mirella Fonzar, fundadora do Be Style, apostam grande na empreitada. Segundo as duas, o Universo Retrô surgiu da necessidade de se ter um espaço focado totalmente neste tipo de conteúdo. Afinal, a admiração pelo vintage/retrô tem crescido consideravelmente nos últimos anos. No entanto, a internet ainda sentia falta de uma referência maior.

Para que o projeto atraia também aqueles que não são tão próximos da cultura e do estilo de vida retrô, o site oferece um conteúdo atrativo não só aos simpatizantes do vintage, mas também àqueles que viveram a infância e adolescência nos anos de 1980 e 1990, por exemplo. Pois uma coisa é fato: Tem gente que sente falta dos tempos não vividos, mas todo mundo sente saudades do que já viveu.

Via assessoria