O mundo realmente é um lugar estranho. Se hoje, graças ao poder da internet já conseguimos saber das esquisitices que acontecem em todo lugar, muitas outras coisas bizarras já devem ter passado em nosso mundo nos séculos passados. Um exemplo enigmático disso é o que listamos aqui. Dizem as lendas obscuras que Edward Mordake, um nobre inglês que viveu no século 19, possuía duas faces. O segundo rosto estava localizado na parte de trás da cabeça, próximo da nuca.

Segundo as informações da época, esse segundo rosto não se alimentava, porém era capaz de rir e chorar. Relatos que nunca tiveram fontes comprovadas dizem que Mordake estava desesperado para remover o rosto de trás, já que ele sussurrava palavras ininteligíveis que ele achava que eram satânicas. Entretanto, nenhum médico jamais tentou realizar o procedimento de remoção do rosto. Edward Mordake se suicidou com 23 anos, atormentado pelo segundo rosto.

Fonte da imagem: Reprodução/TOP13

Esse curioso relato do século 19 jamais pode ser totalmente comprovado graças à falta de evidências médicas. As datas de nascimento e da morte de Edward Mordake não foram registradas e não existem muitos detalhes de como esse suicídio ocorreu, o que contribuem para o fato de Mordake ser apenas uma lenda urbana, já que esse caso ficou popular com o boca-a-boca das pessoas.

Entretanto, o caso de Edward Mordake pode ser verdade apesar das poucas evidências. Mesmo que seja algo extremamente raro, dois outros exemplos semelhantes já foram registrados no mundo, Chang Tzu Ping e Pasqual Pinon, que também possuíam partes de um segundo rosto. Inclusive, no caso do chinês Chang Tzu Ping, o caso foi registrado quando ele passou pela cirurgia que removeu parte do segundo rosto, que consistia basicamente de uma boca e alguns dentes que se moviam quando ele falava.

Também já listamos aqui no Mega Curioso alguns dos gêmeos siameses mais famosos da história, sendo que alguns deles tinham um corpo completamente normal, só que com duas cabeças – algo que também pode ter ocorrido com Edward Mordake. Como Mordake viveu décadas atrás, não existiam explicações científicas para tais fenômenos, por isso as pessoas se baseavam mais na religião – ele constantemente se referiu ao segundo rosto como algo do demônio. Esse pensamento, aliado ao fato de ser diferente e não ter auxílio das pessoas ao redor, provavelmente fez com que ele tomasse a decisão de cometer suicídio.

*Publicado originalmente em 28/02/2014.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!