A família do aposentado Manoel Romão, de 67 anos, passou por uma reviravolta: enquanto choravam a morte do parente e se preparavam para sepultá-lo, Manoel apareceu vivinho da silva no próprio enterro. O caso aconteceu em Piripiri, no norte do Piauí, na tarde de sábado (26).

O mal-entendido aconteceu porque Manoel estava desaparecido há três dias, quando a família foi informada sobre um ciclista sem identificação, com as mesmas características dele, que morreu atropelado. Os parentes se dirigiram até o IML e, como o rosto da vítima estava um tanto desfigurado, pensaram que se tratava de Manoel.

A confusão só foi desfeita na hora do enterro, quando um amigo da família disse que tinha visto Manoel Romão há pouco tempo e que ele estava vivo. Diante dessa informação, os sobrinhos e filhos do falso morto foram até o local informado e voltaram para o cemitério abraçados com ele. O “falecido” apareceu na hora certa: conforme conta o vídeo, o caixão já havia sido colocado na cova e estava recebendo as primeiras pás de terra.

“Foi uma alegria só, todos correram para lhe abraçar”, contou a irmã de Manoel sobre a chegada dele ao enterro. Segundo ela, o irmão apresenta problemas psicológicos e tem histórico de abuso de bebida alcoólica, fazendo com que ele tenha o costume de sair de casa e ficar dias fora, sem dar notícias.

Via EmResumo