1. Escorregando na casca de banana? Não, de laranja

Você certamente se lembra do famoso episódio do Pica-Pau: “Vamos às Cataratas”, onde eles descem as Cataratas do Niágara num barril. Pois saiba que talvez essa história tenha sido baseada em fatos reais, já que, em 1911, Bobby Leach decidiu ser a primeira pessoa a descer as cataratas a bordo de um tonel.

A queda levou 18 minutos e o aventureiro precisou ser socorrido, pois o barril ficou preso nas pedras. Mesmo com o acidente, Bobby saiu apenas com alguns ferimentos leves dessa grande aventura. Mas o fato trágico vem agora: quase 15 anos após a façanha, Bobby escorregou em uma casca de laranja e fraturou a perna, que acabou tendo de ser amputada. Devido às complicações, ele morreu alguns meses depois.

2. Atacado por uma cobra zumbi

O chef Peng Fan estava preparando um prato que levava carne de cobra. Cerca de 20 minutos depois de ter cortado o animal em pedaços, ele foi jogar a cabeça fora quando levou um bote. Sim, ele levou um bote da cabeça da cobra que estava separada do corpo! O réptil, uma naja siamensis, possui veneno que causa paralisia e asfixia, o que causou a morte de Peng. 

3. Morto em homenagem pela vida

John Kendrick era um capitão engenhoso e ganhou grande fama por suas conquistas em batalhas. Suas habilidades lhe renderam, além da vida, um dia de festividades em sua homenagem. Durante o ato, um canhão disparou 13 tiros. Porém, a arma não estava calibrada da maneira correta e o navio no qual John estava foi atingindo, causando a morte do capitão. 

4. Pelas barbas de Merlin

Para muitos, possuir uma barba grande e volumosa é motivo de orgulho, mas Hans Steininger elevou isso a outro patamar. O senhor ostentava uma barba de 1,37 metro, que lhe rendeu pinturas e até uma escultura! Porém, como você deve imaginar, cultivar tal quantidade de pelos faciais não era nada prático e, durante um incêndio, Hans acabou pisando em sua barba, caindo e quebrando o pescoço. 

5. Dando a vida pela verdade, literalmente

Dizem que os advogados fazem de tudo para que as pessoas acreditem em seus argumentos! Pois Clement Vallandigham provou seu ponto de vista, mas o preço foi bem alto. Durante um julgamento de assassinato, ele tentava mostrar que a vítima havia se suicidado. Para isso, Clement tirou uma arma de seu bolso e, acreditando que ela estava descarregada, se ajoelhou e disparou. O acidente foi fatal, mas ele conseguiu a liberdade de seu cliente.

6.  Quando lhe falarem “cuidado para não morder a língua”, leve a sério!

Allan Pinkerton era um importante detetive e espião nos Estados Unidos e criou um método para identificar criminosos que é usado pelo FBI. Apesar de ter uma vida emocionante e arriscada, Allan não teve uma morte ligada ao mundo do crime, como era de se esperar. Em um belo dia, caminhando por aí, ele escorregou, caiu e mordeu a língua, causando uma infecção que o levou a falecer. 

7. Morto, mas campeão!

Frank Hayes trabalhava como treinador de cavalos e nunca havia competido profissionalmente. Antes de uma corrida, Hayes montou no cavalo Sweet Kiss, mas acabou sofrendo um ataque cardíaco fatal. Seu trabalho como treinador era tão bom que, mesmo sem os comandos de um jóquei, o cavalo cruzou a linha de chegada da corrida e ficou em primeiro lugar. Frank Hayes morreu como um vencedor!