A gente já falou aqui no Mega sobre a Síndrome de Burnout que, basicamente, é o que faz com que uma pessoa tenha uma espécie de “pane” em decorrência, geralmente, de muito estresse. Infelizmente, essa sensação de “gota d’água” pode ser provocada também por um ambiente de trabalho que, por algum motivo, seja interpretado por nós como altamente estressante e insatisfatório. A seguir, veja alguns sinais típicos de pessoas que perdem o controle por causa da profissão que têm:

1 – Você começa a se mais sarcástico do que o normal

Um pouquinho de sarcasmo de vez em quando deixa a vida mais divertida, mas se você vive fazendo pouco caso das situações e buscando a ironia por trás delas, especialmente quando a questão envolve o ambiente de trabalho ou algumas pessoas que trabalham ao seu lado, fique esperto: esse comportamento é típico de quem está estressado demais.

2 – Você tem uma vontade constante de fugir para longe

Se sua mente é frequentemente inundada com pensamentos que o fazem querer jogar tudo para o alto e ir morar em uma ilha deserta, fique de olho: essa fantasia constante com cenários que, a seu ver, seriam calmos e libertadores é um forte indicativo de que sua mente quer se distanciar de uma situação de estresse muito grande e da pressão que você pode estar sofrendo no seu ambiente de trabalho.

3 – Você tem dificuldades para realizar tarefas simples

De repente, você começa a se esquecer de datas importantes, de reuniões e de coisas que antes sempre tinha frescas na cabeça. Essa falta de atenção aos detalhes de todo dia é um sinal de burnout também, especialmente quando há dificuldade de memorização.

4 – Você se sente sempre cansado

Se seu programa favorito de final de semana é dormir sem parar, talvez esteja na hora de rever sua saúde mental. É normal sentirmos vontade de descansar em dias livres, assim como também é esperado que tenhamos desejo de realizar tarefas prazerosas como caminhadas em parques, idas ao cinema, jantares com amigos e por aí vai. Querer só ficar em casa é um claro indicativo de que algo está indo errado, especialmente se você tem a sensação de exaustão emocional.

5 – Você se sente descontente com frequência

Se depois de um dia de trabalho você sai do escritório comemorando o fato de poder ir para casa e, assim que pode, começa a reclamar do seu chefe, dos colegas e das tarefas que precisa realizar, é bem provável que seu trabalho esteja sugando suas energias e fazendo com que você se sinta infeliz, descontente e insatisfeito.

6 – Você duvida de suas próprias capacidades

Ainda que tenha dado duro para conseguir a função que tem hoje na empresa onde você trabalha, que tenha estudado e se especializado, começa a sentir que não tem valor e que não é reconhecido. Essa sensação é clássica do burnout e pode se manifestar em qualquer pessoa que trabalha sem descanso, como é o caso de cirurgiões e atletas, por exemplo.

7 – Você vive com alguns probleminhas de saúde

Não adianta tentar negar: nossa saúde acaba refletindo nosso estado mental e, se estamos muito estressado, é batata: mais cedo ou mais tarde começamos a ficar doentes demais, seja por meio de resfriados cada vez mais constantes, problemas intestinais, tosses sem motivo aparente e por aí vai. É comum que os médicos não consigam detectar a origem desses problemas de saúde que, no fundo, têm grande relação com nosso estado emocional.

É possível melhorar a situação?

É, sim. O negócio é adotar alguns hábitos que deixem seu cérebro mais tranquilo e feliz. Chame seus amigos para sair; dê-se o direito de cuidar da aparência um pouquinho; converse sobre suas preocupações de trabalho com seu chefe; reavalie a importância da sua profissão e reconheça seus méritos; busque se atualizar e conquistar novos objetivos de carreira; e, claro, assim que puder agende suas férias.