Quem nunca assistiu a desenhos animados nos quais um avestruz desengonçado e morrendo de medo enterra a cabeça na terra — como se isso fosse fazê-lo desaparecer e escapar de seja qual for a enrascada em que se meteram? Mas, e na vida real, será que essas enormes aves realmente fazem isso? Apesar de existirem pessoas que acreditam que os avestruzes apresentam esse comportamento, tudo não passa de um mito, evidentemente, embora ele tenha sido inspirado em algo que esses animais fazem para despistar predadores.

Sebo nas canelas!

De acordo com Daven Hiskey, do site Today I Found Out, o mais comum é que, quando se sentem realmente ameaçados, os avestruzes desembestem a correr. E olha que os bichões correm, viu! Para quem não sabe, essas aves são os animais de duas patas mais rápidos da Terra, podendo atingir velocidades de 72 quilômetros por hora quando perseguidos de perto por algum predador.

Avestruz correndoOs avestruzes são surpreendentemente rápidos e ágeis (National Geographic/Matthew G Simpson/Dreamstime)

Além disso, os avestruzes são capazes de manter velocidades perto dos 50 km/h durante corridas mais longas, de até trinta minutos de duração — o que também é impressionante. Outra coisa interessante é que apesar de elas serem desengonçados e tal, essas aves são surpreendentemente ágeis e podem mudar de direção enquanto fogem com relativa facilidade com a ajuda das asas, o que significa que não existem muitos predadores por aí capazes de alcançá-las.

Mas não é só isso: caso um avestruz seja alcançado por algum predador ele ainda pode usar o poder se seus “coices”. A força de um chute proferido por uma dessas aves pode facilmente matar um humano, sem falar que elas contam com perigosos esporões nas patas cujo golpe pode ser letal. Inclusive existem registros de avestruzes que conseguiram matar leões adultos com seus poderosos ataques!

Origem do mito

No entanto, os avestruzes só lançarão golpes e esporadas como último recurso mesmo. Aliás, é aqui que entra o comportamento que deu origem ao mito de que eles enterram as cabeças na terra quando sentem medo. Segundo Daven do Today I Found Out, essas aves têm excelente visão e um aguçado sentido da audição, o que significa que elas geralmente conseguem detectar a presença dos predadores antes que eles as avistem.

Avestruz deitadoEles ficam assim, abaixadinhos, esperando o perigo passar (Today I Found Out)

Então, o que os avestruzes fazem é pressionar seus corpos no chão e ficar o mais abaixados possível enquanto observam a movimentação de seu potencial “atacante”. Considerando que essas aves costumam habitar as quentes e poeirentas savanas, onde é comum ver ilusões de óptica no solo provocadas pelo calor, na distância, elas acabam sendo confundidas pelos predadores com montes de terra.

Assim, é daí que surgiu o papo de que os avestruzes enterram a cabeça — porque elas ficam tão abaixadinhas que a impressão é que suas cabeças desaparecem na terra. É só quando essa tentativa de passar despercebidas falha e essas aves são descobertas pelos predadores que elas se levantam e saem correndo.