Pássaros são animais incríveis que, com a maior naturalidade, conseguem fazer aquilo que o ser humano sempre quis: voar de um ponto a outro e ver tudo sempre de um ângulo diferente. O problema é que, muitas vezes, entre um voo e outro, essas aves acabam morrendo ou se machucando feio simplesmente porque têm o costume de dar de cara em janelas de vidro.

Por mais bizarro que pareça, mais de 100 milhões de passarinhos morrem todos os anos por causa desse tipo de acidente – os que não morrem, acabam se machucando bastante. A pergunta que fica é: será que os pássaros não enxergam as janelas? Será que são atraídos pelos próprios reflexos? Ou se perdem por causa dos reflexos das árvores?

A verdade é que, de acordo com o professor Graham Martin, que falou sobre o tema ao Mental Floss, esses acidentes geralmente acontecem quando as aves estão fugindo de pessoas ou predadores: “Elas provavelmente percebem os reflexos da vegetação atrás delas como um refúgio seguro”, explicou.

Fim trágico

pássaro na janela

Quando estão fugindo, os pássaros têm dificuldades de processar o que é céu de verdade e o que é reflexo. É possível, ainda, que as aves vejam o próprio reflexo no vidro e acreditem que estão diante de um inimigo durante a época de reprodução.

Martin explica, no entanto, que nesse segundo caso, os acidentes costumam não ser fatais, já que os passarinhos tendem a se aproximar lentamente e não voando quando estão em fase reprodutiva. Como curiosidade, ele contou que papagaios ficam muito tempo conversando com o próprio reflexo quando encontram um espelho, e que ainda não se sabe ao certo se eles acham que estão falando com outro papagaio ou se sabem que estão vendo a si mesmos.

Em regiões conhecidas por provocar muitos acidentes de pássaros contra janelas, pode-se sinalizar melhor os vidros, para que os pássaros entendam que não estão em meio a árvores ou nuvens. Assim como acidentes de trânsito tendem a acontecer mais facilmente quando um obstáculo surge de repente, pássaros também se acidentam mais porque não têm tempo de perceber as janelas.