Nas últimas semanas, um fenômeno poucas vezes registrado está deixando a internet com a pulga atrás da orelha. Trata-se de uma trilha localizada em uma reserva ecológica na cidade de Jardim — a cerca de 300 quilômetros da capital do Mato Grosso do Sul, Campo Grande —, que fica totalmente submersa depois da chuva. 

O vídeo, visto mais de 1 milhão de vezes no YouTube, foi gravado no começo de fevereiro por Waldemilson Vera, um funcionário da reserva. Nas imagens, ele percorre uma trilha do parque totalmente alagada por causa da cheia de um rio da região, com o nível da água bem acima do normal. 

Ao final do dia, o rio já tinha voltado ao seu nível habitual; porém, diante da repercussão do vídeo nas redes sociais, o Recanto Ecológico Rio da Prata divulgou uma nota explicando o acontecido. "Quando chove muito, o Rio da Prata corre de forma mais lenta, ocasionando seu represamento e aumentando o nível de água do rio Olho D’Água. Apesar da cheia, as águas do rio Olho D’Água continuaram cristalinas devido à sua mata ciliar conservada”. 

O local faz parte de uma RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural) e está situado dentro de uma fazenda particular, onde fica a nascente e parte do curso do rio Olho D’Água. Lá é possível apreciar a natureza pelas trilhas que permeiam a floresta preservada, flutuar e mergulhar na água doce, observar aves nativas e realizar passeios a cavalo.