A imagem que você vai ver a seguir pode até parecer uma representação sinistra do Inferno, mas, na verdade, ela nada mais é do que mais uma foto incrível de Júpiter, o maior planeta do Sistema Solar. Compartilhado há algumas horas pela NASA no Instagram, o registro mostra o gigante gasoso como você nunca viu — e de uma forma bem diferente dos vislumbres artísticos que a agência espacial norte-americana costuma divulgar.

De acordo com a NASA, o registro foi capturado pela sonda espacial Juno e, nele, é possível ver ciclones colossais — que se formam ao redor dos polos norte e sul de Júpiter e são características atmosféricas que não são encontradas em nenhum outro planeta da nossa vizinhança. Confira a seguir:

Nessa imagem especificamente, a agência espacial explicou que o que vemos é o ciclone central que existe no polo norte jupteriano cercado por outros oito ciclones imensos. Além disso, a NASA revelou que a imagem foi criada por computador a partir de dados coletados pelo instrumento Jovian Infrared Auroral Mapper — JIRAM —, que é um espectrômetro que se encontra a bordo da Juno. Abaixo você pode conferir outras duas imagens “infernais” de Júpiter:

Júpiter infernal(NASA/JPL-Caltech/SwRI/ASI/INAF/JIRAM)

Júpiter infernal(NASA/JPL-Caltech/SwRI/ASI/INAF/JIRAM)