Nós do Mega Curioso já falamos por aqui sobre o que ocorreria se todo o gelo do mundo derretesse, se a atmosfera sumisse do nada, se o nosso planeta ficasse 5 segundos sem oxigênio, se todos os oceanos secassem, e também o que aconteceria se, de repente, a Terra parasse de girar. Pois, e se algo catastrófico ocorresse — tipo, um mundo errante dar um esbarrão no nosso — e a direção da rotação do planeta fosse invertida?

De acordo com Rae Paoletta, do site Inverse, essa curiosa questão foi apresentada durante um encontro da União Europeia de Geociências e a verdade é que, se o nosso planeta não fosse pulverizado durante o encontrão e começasse a girar na direção oposta, isso resultaria, como você bem pode imaginar, em uma série de alterações no nosso mundo.

Inverte tudo!

Segundo Era, um time de cientistas conduziu uma série de simulações e fez levantamentos para saber o que aconteceria ao longo de um período de sete mil anos. A primeira descoberta foi que, se a Terra adotasse uma rotação retrógrada, o clima mudaria bastante! Os modelos que os pesquisadores criaram apontaram que os ventos vindos do leste fariam com que os invernos na Europa Ocidental se tornassem bastante severos, enquanto que nas regiões que se encontram na costa atlântica da América do Norte o clima se tornaria mais temperado.

Rotação da Terra Esse é o sentido de rotação atual (Wikimedia Commons/Wikiscient/Tdadamemd)

Outra coisa que as simulações apontaram é que o Deserto do Saara desapareceria do planeta e que o Oriente Médio passaria a receber chuvas abundantes — enquanto que imensas áreas do Brasil, da Argentina e da região sudeste dos EUA se tornariam desérticas. Além disso, se a Terra passasse a girar na direção oposta, as proliferações de cianobactérias seriam mais frequentes e muito mais abrangentes.

Embora essas alguinhas verde-azuladas possam ser encontradas em várias partes do mundo — e inclusive nos pelos das preguiças —, dependendo dos locais em que as proliferações ocorrem e do tamanho dos eventos, eles podem causar desequilíbrios ambientais e bastante dor de cabeça até que sejam controlados.

Se esses episódios se tornassem mais frequentes e intensos, os cientistas acreditam que o equilíbrio dos ecossistemas marinhos poderiam ser alterado completamente e, com isso, o impacto nas cadeias alimentares dos oceanos poderia ser dramático.  Bem, por sorte, a probabilidade de que um planeta errante esbarre conosco é mínima, e menor ainda seria a nossa chance de sobrevivência caso esse tipo de encontrão acontecesse. Mas é sempre interessante descobrir quais poderiam ser as consequências de eventos hipotéticos, você não concorda?

Você curte assuntos relacionados com cenários hipotéticos? Confira as matérias que selecionamos para você: