Acredite ou não, as famosas baleias-azuis não são os maiores seres vivos que habitam o nosso planeta. Esses mamíferos perdem para o Armillaria gallica, um fungo de proporções absurdas e que agora é considerado oficialmente um dos maiores organismos da Terra. Mas calma aí: não pense que você encontrará um cogumelo gigante caso visite algum país exótico. Estamos falando de um ser que se esconde no subsolo, logo abaixo de nossos pés.

Ele foi descoberto pela primeira vez na década de 80 por pesquisadores de Crystal Creek, em Michigan. Na época, os especialistas estimaram que o fungo deveria pesar 110 toneladas e ter 1,5 mil anos de idade. Porém, um novo relatório divulgado agora em 2018 (baseado em 245 amostras do organismo) revela que ele é maior do que pensávamos: possivelmente pesa 440 toneladas e pode ter nada menos do que 2,5 mil anos. Além de colossal, é um senhor de idade.

O “núcleo” do Armillaria gallica são rizomorfos, uma espécie de raiz capaz de transportar nutrientes por longas distâncias. As partes visíveis do fungo são pequenas comunidades de cogumelos que geralmente se alojam em árvores e vivem em uma relação parasita, literalmente “comendo as árvores” e distribuindo o alimento por toda a sua extensão. Infelizmente, por conta disso, é comum que áreas ricas em Armillaria acabem sendo naturalmente desmatadas, pois as árvores não sobrevivem por muito tempo.

Só para fins comparativos, os rizomorfos do organismo se estendem por uma área de 90 acres na Península Superior de Michigan, o que representa uma área duas vezes maior do que a Estação Grand Central de Nova York. Obviamente, a única forma de ter uma medição exata sobre a extensão e o peso do fungo seria escavando toda a área que ele ocupa — uma missão obviamente impossível e ilógica.

E tem o irmão mais velho...

O mais impressionante é saber que o Armillaria gallica não é o maior fungo de sua espécie já registrado pela ciência. Seu irmão Armillaria solidipes (anteriormente denominado Armillaria ostoyae), que reside nas montanhas Blue do estado de Oregon (EUA), cobre uma área de aproximadamente 8,9 km². Sua massa pode chegar a 605 toneladas, e sua idade é superior à de seu irmão caçula: aproximadamente 8 mil anos.

Tal como o gallica, as únicas partes visíveis do solidipes são os cogumelos (batizados como cogumelos-de-mel) que nascem ao pé das árvores. Incrivelmente, a criatura é comestível — e chefs especializados em preparar a iguaria afirmam que ela vai muito bem com espaguete e pimenta vermelha.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!