Até os anos 70, não se dava tanta atenção ao meio ambiente – não que hoje em dia tenha mudado muita coisa, mas ao menos se fala sobre o assunto. Naquela época, a reciclagem não era tão popular, e os aterros improvisados proliferavam em vários países. Nos EUA, lutava-se contra o acúmulo cada vez maior de pneus, por exemplo, até que uma “ideia brilhante” surgiu: “por que não criarmos um recife artificial feito com os pneus?”.

Dito e feito! Em 1972, a ONG BARINC (Broward Artificial Reef) lançou a proposta de jogar os pneus no fundo do mar ao largo da costa da Flórida. A ideia partiu de grupos de pescadores que formavam a ONG e tinham certeza de que os corais se agarrariam aos pneus e formariam um novo habitat para toda a fauna marinha da região... Erraram feito, erraram rude...

pneusPneus prestes a serem lançados no mar

Foram mais de 2 milhões de pneus descartados na região de Fort Lauderdale com a intenção de criar o Recife de Osborne. Hoje, mais de 40 anos depois, a maioria ainda está no fundo do mar e sem nenhum coral para justificar sua existência. Pior: as tempestades tropicais e os furacões acabaram espalhando os pneus para outras regiões, nas quais corais existentes foram danificados pelo lixo humano.

Até a Goodyear entrou na parada, nos anos 70, ajudando na empreitada – ela forneceu um pneu dourado como “marco zero” do tal recife artificial. A princípio, os pneus foram amarrados entre si, mas o material logo foi consumido e agora eles estão soltos no fundo do mar. O movimento impede que corais de verdade cresçam nos pneus ou até mesmo no leito oceânico, que está forrado do lixo.

A partir de 2001, notou-se que a boa intenção foi um tiro pela culatra. Dos mais de 2 milhões de pneus lançados, cerca de 700 mil ainda permanecem por lá. A dificuldade de remoção e o alto custo impedem que o trabalho seja completado rapidamente.

pneusMais de 700 mil pneus ainda estão no fundo do mar na costa da Flórida

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!