Instituições científicas e órgãos internacionais não param de divulgar estudos e alertas sobre os perigos do aquecimento global e de como a elevação das temperaturas afetarão a vida no planeta — e a economia mundial! Para piorar, os levantamentos mais recentes apontam que os esforços adotados de momento provavelmente não serão suficientes para frear as consequências das variações climáticas, que dirá reverter o problema.

Sendo assim, existem grupos de pesquisadores quebrando a cabeça para encontrar alternativas — e uma delas seria liberar partículas na estratosfera terrestre para bloquear os raios solares e, dessa forma, combater o aquecimento global. E como é que a coisa toda funcionaria? E mais: existe alguma possibilidade de esse tipo de ação causar outros ou ainda mais problemas?

Geoengenharia

A ideia de liberar partículas defletoras para desviar ou bloquear os raios solares não é o que podemos chamar de novidade. No entanto, de acordo com Damian Carrington, do portal de notícias The Guardian, a discussão mais recente gira em torno de um novo estudo sobre o tema — apresentado recentemente por cientistas das universidades de Harvard e Yale, nos EUA.

Planeta Terra(Axios)

Segundo a pesquisa, a iniciativa consistiria em construir uma frota de aviões capazes de alcançar grandes altitudes — e essas aeronaves seriam as responsáveis por liberar as tais partículas. Os cientistas acreditam que seriam necessários por volta de 100 desses veículos, e um total de 60 mil voos anuais para produzir o efeito esperado.

O custo anual, conforme levantaram os cientistas, rondaria os 2 ou 3 bilhões de dólares (entre R$ 7,7 e R$ 11,6 bilhões), o que representaria uma bagatela perto das dezenas de trilhões que as autoridades internacionais preveem que serão gastos no futuro para reparar danos e produzidos por catástrofes resultantes do aquecimento global.

Críticas

Apesar de as previsões para o futuro do planeta serem pra lá de sombrias, muitos cientistas são contra o tipo de iniciativa proposta pelos pesquisadores nesse último estudo. Isso porque, de acordo com os críticos, além de ninguém ter certeza de quais consequências a liberação de partículas poderia trazer para o planeta, esse tipo de ação estaria apenas agindo sobre os sintomas, e não combatendo as causas do aquecimento global.

Sol e planeta Terra(China Dialogue)

Ademais, com a popularização dessas propostas — conforme mencionamos acima, faz algum tempo que os cientistas “namoram” com a ideia de bloquear a luz do Sol com partículas —, o pessoal que é contra esse tipo de ação afirma que é necessário que se façam mais estudos e simulações para levantar quais podem ser as possíveis consequências de liberar materiais ao redor da Terra, antes que a coisa toda seja posta em ação e a gente se arrenda depois.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!