Sentir dor não é nada legal, mas algumas delas são ainda piores. Abaixo, confira algumas das que mais incomodam – tanto que tem gente que pede para morrer por conta disso! Já pensou? Esperamos que vocês nunca tenham sentido nenhuma delas, mas, se já tiveram o infortúnio de passar por isso, não deixe de comentar como foi.

1. Dor emocional

É isso mesmo! As dores psíquicas podem ser tão ou mais intensas do que as físicas, já que ambas afetam as mesmas áreas do cérebro. O estresse pós-traumático e a depressão são exemplos de dores emocionais que podem durar anos e deixar muitas sequelas.

(Fonte: Pixabay)

2. Dor de cabeça após punção lombar

A punção lombar é um procedimento bastante invasivo que consiste na introdução de uma agulha na parte inferior da coluna. Costuma ser usada para retirada de líquido cefalorraquidiano, que pode ajudar no diagnóstico de meningite, ou para a inserção de anestesias ou tratamentos contra o câncer. Porém, um dos efeitos colaterais mais comuns desse procedimento é uma cefaleia intensa que pode durar até 1 semana. Essa dor de cabeça pode gerar perda temporária da audição, vertigem e tonturas extremas.

(Fonte: Pixabay)

3. Fratura peniana

Se um chute na região já dói, imagine a dor de “quebrar” o pênis! Apesar de ser bem rara, ela causa uma dor aguda! Normalmente, ocorre durante a relação sexual, mas também pode acontecer durante a masturbação ou até dormindo! Em muitas casos, uma cirugia é necessária para evitar que a curvatura pós-quebra se torne permanente.

(Fonte: Pixabay)

4. Síndrome da dor regional complexa

Essa síndrome é bastante rara e altamente dolorosa. Ela consiste em um descontrole dos receptores de seu corpo após uma lesão traumática, como um acidente ou uma cirurgia. Também pode ser desencadeada por conta do cigarro, mas ainda se sabe pouco sobre como a doença funciona. Ela ataca principalmente as mãos e os braços e se manifesta com inchaços, sudorese e vermelhidão, piorando sob estresse.

(Fonte: SlideShare)

5. Adiposa dolorosa

Uma doença que tem “dolorosa” em seu nome não parece ser algo muito agradável. Esta enfermidade, também chamada de doença de Dercum, consiste no surgimento de diversos lipomas subcutâneos, isto é, pequenas bolinhas de gordura que são extremamente desconfortáveis. Até mesmo tarefas simples como trocar de roupa se tornam um martírio, já que esses lipomas doem demais! A causa exata da doença ainda é desconhecida, mas acredita-se que ela seja autoimune e genética, surgindo quando o corpo não decompõe corretamente a gordura.

(Fonte: Curerator)

6. Queimadura de 2º grau

Você deve pensar que as queimaduras de 3º grau são piores, mas não é bem por aí: os casos mais graves lesionam inclusive as terminações nervosas; por isso as queimaduras de 2º grau costumam doer muito mais, afetando apenas as camadas mais superiores da pele.

(Fonte: Tua Saúde)

7. Pedra no rim

Essa é uma condição que muita gente já passou e não recomenda. Os cálculos renais são pequenos acúmulos de minerais que causam um desconforto gigante. As pedrinhas podem ter alguns milímetros, mas chegar até mesmo a centímetros, dificultando ainda mais a eliminação pelo trato urinário. Procedimentos a laser ou cirurgias ajudam a eliminar os cálculos, mas costumam ser tão ou mais dolorosos do que a dor da pedra em si, que pode gerar febre, vômitos e urina com sangue.

(Fonte: Tua Saúde)

8. Torção gonadal

Já pensou se os seus testículos ou seus ovários simplesmente se torcessem dentro de seu corpo? Isso pode bloquear o fluxo sanguíneo para os órgãos e inclusive até mesmo fazê-los morrer se o problema não for tratado a tempo! A dor é extremamente insuportável!

(Fonte: Universidade Federal do Ceará)

9. Síndrome de Irukandji

Queimaduras por águas-vivas são bastante dolorosas, mas poucas se comparam à causada pelas da espécie Carukia barnesi, encontrada principalmente na Austrália – tinha que ser por lá. Apesar de ser uma água-viva minúscula, com tamanho pouco maior do que uma unha da sua mão, ela possui um veneno mortal! Quando não morre, a vítima humana pode desenvolver a síndrome de Irukandji, que causa dores absurdas, náuseas, vômitos, elevação de pressão arterial e desespero. Isso mesmo: a liberação da hormona noradrenalina leva as pessoas a um estado de pânico a ponto de implorar a morte aos médicos! Já pensou?

(Fonte: Wikipedia)

10. Peritonite

O peritônio é uma membrana fininha que envolve vários órgãos abdominais. E quando ele inflama, a dor é tão intensa que você vai querer morrer – e se não tratar a tempo, pode realmente vir a óbito. Costuma surgir quando o intestino apresenta algum tipo de vazamento, principalmente bacteriano. Além de dor aguda, a peritonite pode causar acúmulo de líquido no abdômen, dificuldade de evacuação, febre e pouca produção de urina.

(Fonte: Tua Saúde)

11. Parto

A dor do parto é tão intensa que muitas mulheres acabam criando bloqueios e “se esquecendo” do que sentiram. A sensação descrita é como se um órgão estivesse sendo retirado de dentro de você à força – e, bem, não é tão diferente disso, não é mesmo?

(Fonte: iBahia)

12. Lingchi

O método de execução Linghchi, ou “morte por mil cortes”, foi um dos mais brutais já criados pelo homem. Era bastante popular na China e no Vietnã e consistia na retirada de pequenos pedaços de carne da vítima até ela morrer de dor! A intenção era fazer a pessoa permanecer consciente a maior parte do tempo, por isso os cortes costumavam ser bem pequenos, mas em um número absurdo.

(Fonte: Wikipedia)

13. Neuralgia do trigêmeo

O nervo trigêmeo é responsável por diversas sensações no rosto e pode inflamar a qualquer momento e sem nenhum aviso prévio. Normalmente, é uma dor aguda que dura poucos segundos, podendo ter espasmos secundários ao longo do dia. Ainda que seja uma dor “rápida”, quem a sente diz que é inesquecível! Costuma ser descrita como se a pessoa tivesse levado um raio direto na cara!

(Fonte: National Pain Report)