As escavações arqueológicas são responsáveis por várias descobertas curiosas e interessantes sobre os nossos ancestrais, e a última delas foi nada mais nada menos do que um "iPhone" com mais de 2 mil anos de idade.

Calma: Steve Jobs não foi um viajante do tempo e a Apple não é uma empresa milenar! O grupo de pesquisadores que encontrou o estranho objeto retangular preto ao lado de um esqueleto feminino batizou o artefato de com o nome do smartphone pela semelhança de tamanho e proporção entre os dois. O trabalho de exploração aconteceu na cidade de Ala-Tey, na Rússia.

Objeto foi encontrado junto a um esqueleto de mulher na Rússia. (Fonte: The Siberian Times / Twitter)

A equipe, assim que encontrou o esqueleto, o batizou de "Natasha", enquanto o objeto ganhou o nome de "iPhone", por conta de sua dimensão e formato, que de longe realmente lembra um smartphone.

Especula-se de que o artefato tenha cerca de 2.100 anos de idade e tenha sido apenas uma fivela para o cinto de Natasha. Obviamente, seja qual for a utilidade dele, com certeza não tem nada a ver com as funcionalidades de um produto da Apple.

"Na verdade, nós achamos que se parece mais com um Samsung do que com um iPhone", disse a publicação The Siberian Times no Twitter. E você, acha que a descoberta parece com qual smartphone? Para que será que esse objeto servia? Conte o seu palpite para a gente nos comentários!