Em comemoração aos 150 anos da criação da Tabela Periódica, o Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), em Belo Horizonte, instalou uma reprodução do sistema químico nos vidros do prédio principal do Departamento de Química da instituição.

Os 118 elementos químicos foram adesivados em uma extensão de 14 metros de comprimento e sete metros de altura. De acordo com a Sociedade Brasileira de Química, essa é a maior Tabela Periódica já montada no Brasil.

A tabela periódica possui 118 elementos, 92 encontrados na superfície terrestre e outros sintetizados em laboratório. (Fonte: Julio Sardinha / Cefet-MG)

Esse sistema químico foi proposto pelo russo Dmitri Mendeleev (1834-1907) em 1869 e até hoje em dia é amplamente usado pela comunidade científica. “A tabela periódica fornece uma linguagem comum para todas as ciências, e é importante para qualquer área. É uma linguagem universal para as Ciências”, explica o professor Breno Galvão, que presidiu a comissão de criação da Tabela Periódica gigante na capital mineira.

O painel, que está visível para a Avenida Amazonas, uma das principais de Belo Horizonte, é uma das inúmeras celebrações realizadas ao redor do mundo, já que a Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) e a Unesco proclamaram este ano como o “Ano Internacional da Tabela Periódica dos Elementos Químicos”, em tradução livre.

A celebração da instituição irá contar também com uma semana da química na 15ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia do CEFET-MG. Na abertura, prevista para o dia 22 de outubro, o professor Breno vai proferir a palestra “A história da química e o ano internacional da Tabela Periódica".