No mês de abril, a atual mãe mais velha da África, Margaret Adenuda, e seu marido de 74 anos, Noah Adenuga, deram à luz gêmeos em perfeitas condições de saúde na cidade de Lagos, na Nigéria. O casal tentava engravidar desde que se casaram, em 1974.

Mesmo após viajar para vários lugares da África e Europa, os tratamentos feitos não surtiram resultado. Em entrevista para a CNN, Noah disse que era um sonhador, e que acreditava que esse sonho em particular (ter filhos) aconteceria.

Margaret e Noah Adenuga com seu casal de gêmeos. (Fonte: Oddity Adenuga)Margaret e Noah Adenuga com seu casal de gêmeos. (Fonte: Oddity Adenuga)

Um parto sem complicações

O parto de uma pessoa idosa conta com maiores riscos de complicações, já que seu corpo não está tão preparado para dar à luz uma criança. Entretanto, a profissional de saúde que ajudou a mãe nessa importante missão afirmou à imprensa que o casal de gêmeos nasceu sem maiores problemas durante uma cesária.

Um problema que pode ocorrer nesse tipo de gravidez é o parto prematuro, além de uma maior possibilidade da mãe sofrer um aborto espontâneo ou que o filho nasça com Síndrome de Down, mas tudo acabou dando certo.