Provavelmente existe bem pouca gente preocupada se existe ou não algum objeto que possa ser considerado como o mais perfeitamente redondo que existe. Afinal, qual é a importância disso, não é mesmo? No entanto, essa esfera existe, e foi criada por um grupo de pesquisadores para ajudá-los a redefinir a massa do quilograma.

O quilograma é medido em todo o mundo a partir de um cilindro de platina e irídio utilizado como padrão — o Protótipo Internacional do Quilograma —, do qual existem 40 réplicas espalhadas pelo mundo. No entanto, o protótipo foi criado em 1875, e cientistas descobriram que ele pode estar ganhando peso devido ao acúmulo de substâncias na superfície do bloco ao longo dos anos. Além disso, as réplicas também passaram a apresentar variações entre si.

Problema de peso

Fonte da imagem: Reprodução/Cosmo Soup

Com o objetivo de solucionar esse problema, o pessoal do Projeto Avogadro decidiu criar objeto mais perfeitamente redondo do mundo, produzido a partir de um único bloco de cristal de silício, algo extraordinariamente caro, estimado em € 1 milhão (cerca de R$ 3,25 milhões). O projeto recebeu esse nome devido à “Constante de Avogadro” — definida como o número de átomos em 12 gramas de carbono-12 —, que permite que a massa em gramas de um único átomo seja calculada.

A esfera perfeita foi feita com silício porque o espaçamento entre os átomos — assim como o seu número — desse elemento é bem conhecido pela ciência, permitindo que os pesquisadores possam calcular a sua massa com bastante precisão.

O vídeo abaixo, criado pelo pessoal do canal Veritasium do YouTube, nos leva a uma interessante viagem na História, explicando como as medidas de peso (gramas e quilogramas) foram definidas no passado e como os cientistas do Projeto Avogadro chegaram à conclusão de criar a esfera perfeita de silício. Confira:

Você pode ativar as legendas em português no menu do vídeo.