Desde “Crepúsculo” e “True Blood”, os vampiros se tornaram os queridinhos da galera – tanto que tem gente levando a sério a ideia de beber sangue! Em 2011, por exemplo, um jovem de 19 anos invadiu o apartamento de uma mulher para morder o pescoço dela e sugar o seu sangue. Ele foi preso e disse ser um “vampiro moderno”.

Tirando a parte mórbida da história, será que beber sangue tem algum benefício? De acordo com os médicos, em pequenas quantidades ele não faz mal algum – entenda isso como poucas colheres de chá do líquido vermelho, desde que ele esteja livre de doenças infectocontagiosas. Entretanto, em maiores doses, o sangue pode ser bem tóxico.

O sangue é rico em ferro, que o nosso corpo tem dificuldade para expelir. Por isso, consumi-lo em excesso pode acarretar em overdose de ferro – que pode, inclusive, matar! Isso porque o ferro em demasia pode gerar hemocromatose, causando riscos ao fígado, diminuindo a pressão arterial e causando desidratação. Sem contar que também pode fazer seus pulmões acumularem líquidos e seu sistema nervoso ficar desequilibrado. Vale a pena?

Em 2013, uma jovem chamada Michelle apareceu em um programa de TV dizendo que se alimentava com sangue

“Eu já bebi e nunca tive problema”

Apesar desses riscos, não é muito difícil encontrar pessoas que juram se alimentar de sangue e sem qualquer problema de saúde. Para elas, a alta quantidade de oxigênio enriquecido com ferro presente no sangue é revigorante! Você teria coragem?

Alguns animais, como certos morcegos, possuem um sistema digestório diferente do do ser humano, por isso não sentem nenhum efeito negativo na dieta abundante em sangue. Sem contar que a maioria deles têm um sistema de eliminação do ferro muito mais eficiente do que o do homem, portanto a substância não traz riscos à sua saúde.

Então, antes de sair por aí chupando o sangue alheio, saiba que isso pode ser muito prejudicial para o seu organismo! Vale a pena o risco para alimentar certos fetiches? Acho que não, hein? O melhor mesmo é caprichar na água!

Se você não for um vampiro "de verdade", não saia por aí bebendo sangue dos outros

*Publicado em 10/06/2016