A psicóloga e pesquisadora da faculdade Earlham, em Indiana, nos Estados Unidos, Margareth Thomas, realizou um estudo em três partes sobre os estereótipos baseados nos hábitos alimentares. Os resultados apontam que os homens que deixam de comer carne por opção são vistos como menos masculinos em relação aos não vegetarianos.

A pesquisa foi divulgada pela publicação científica Appetite e mostra uma diferença entre os que deixam de comer carne porque querem e os que o fazem por restrição de saúde. A visão de menos masculinidade só ocorre quando a opção é adotada por escolha própria, seja por motivos de capricho, seja em função da defesa dos animais.

Portanto, a percepção das pessoas em relação aos homens que não comem carne por restrições médicas ou por qualquer outra necessidade não muda quando comparada à visão em relação aos onívoros.

No entanto, Thomas constatou que os participantes vegetarianos, que tinham média de idade de 32 anos, predominantemente não possuíam o veganismo associado a baixos níveis de masculinidade. Então, se alguém estava em dúvida sobre o que representa a conclusão do estudo, pode-se dizer que não passa da constatação de uma visão estereotipada da sociedade.

Na sua opinião, o que contribui para as pessoas terem a visão de que homens vegetarianos por opção são menos masculinos que os que comem carne? Dê a sua opinião no Fórum do Mega Curioso