O mercado de trabalho vem se tornando cada vez mais competitivo e, como se fosse pouco, além de enfrentar os desafios do dia a dia, os brasileiros ainda precisam conviver com o medo de perder seus empregos por conta da baita crise que se instalou no país. Segundo Lydia Dishman, do portal Fast Company, é normal sentir receio daquilo que não conseguimos controlar, e tanto a economia como o futuro do Brasil são aspectos imprevisíveis no momento.

Portanto, não é de se estranhar que tanta gente tema ficar desempregada, e essa apreensão é reforçada pelo receio de não cumprir as expectativas, de não ser aceito, de não se encaixar na equipe de trabalho, de não alcançar as metas e de não ter perspectivas de crescimento profissional.

Contudo, de acordo com Lydia, muitas dessas preocupações não refletem a realidade, mas sim temores pessoais, já que até os profissionais com os desempenhos mais brilhantes do mundo têm pesadelos sobre ficar desempregados. E, segundo ela, existem algumas coisas que podemos fazer para resgatar a nossa confiança e enfrentar os desafios do ambiente de trabalho com mais segurança. Confira:

1 – Não se vitimize

O primeiro a fazer, de acordo com Lydia, é aceitar que não é só você que se sente inseguro diante de novos desafios, e que isso é completamente normal. Também não há nada de errado em compartilhar as suas incertezas com os colegas de trabalho nos quais você confia.

Guardar tudo para você só vai fazer com que os seus medos se tornem ainda maiores. Por outro lado, reconhecer os seus temores e falar sobre eles pode ajudar a diminuir a sua importância. Além disso, você ainda pode receber ajuda e conselhos de companheiros que estão na mesma situação.

2 – Aprenda a delegar

Muitas vezes, por medo de não cumprir as expectativas, nós acabamos nos atolando com atividades com o intuito de provar que somos capazes de realizar os nossos trabalhos. No entanto, quando o assunto é aumentar a produtividade e criar times de trabalho mais eficientes, a verdade é que o melhor a fazer é delegar responsabilidades.

Uma boa saída é analisar o projeto para o qual você foi designado e definir quais são as tarefas que você desempenharia com mais gosto. Dessa forma, em vez de associar o trabalho ao sentimento de obrigação — e ficar se martirizando sobre ter que fazer tudo sozinho —, você não só sentirá prazer no que está fazendo, como se tornará mais produtivo e estará contribuindo para o crescimento da empresa para a qual você trabalha.

3 – Crie um ambiente propício

É muito difícil se sentir confiante em um ambiente de trabalho ruim, certo? Pois você pode melhorar o “clima” encorajando os seus companheiros de equipe e até mesmo o seu supervisor ou chefe a se tornarem mais receptivos e comunicativos. E você não precisa impor nenhuma mudança brusca para isso!

Você pode, por exemplo, tomar um cafezinho com o seu coordenador de vez em quando, sugerir que o seu time faça reuniões mais periódicas e pedir a opinião dos seus colegas sobre o que fazer para melhorar o canal de comunicação entre vocês.

Esse tipo de atitude não só fará com que você se sinta mais seguro e confie mais nos membros da sua equipe, como contribuirá para tornar o ambiente de trabalho mais amigável e leve. Sem falar que o diálogo aberto pode tornar as coisas mais transparentes e eliminar vários dos temores que possam pairar no ar.

4 – Parta para a ação

Quando o assunto é conquistar os nossos objetivos, um dos maiores obstáculos que precisamos encarar é o medo ao fracasso. O problema é que esse temor muitas vezes vem disfarçado na forma de desculpas do tipo “não tenho tempo”, “não posso” ou “não sei como”. Isso quando não nos sabotamos e enchemos os nossos dias com atividades que justificam as nossas evasivas e nos distanciam ainda mais das nossas metas. Isso soa familiar para você?

Acontece que o arrependimento é muito pior do que o fracasso e, com isso em mente, o que devemos fazer é mudar a nossa conduta e, em vez de nos comportarmos como vítimas, partir para a ação. Além disso, elimine da agenda as tarefas que estão atrapalhando o seu progresso e passe a investir o seu precioso tempo e sua energia em conquistar os seus objetivos.

5 – Não se apavore

Mesmo os sujeitos mais empreendedores e audaciosos se sentem inseguros diante de situações desconhecidas — ainda que eles não admitam! Pois, de acordo com Lydia, uma forma de vencer o medo é encarar os desafios aos poucos, vencendo uma etapa de cada vez até você alcançar os seus objetivos.

Nesse caso, é importante não perder o foco e sempre ter as suas metas em mente. Além disso, evolutivamente, pesquisas apontaram que o medo desperta em nós o instinto de nos tornarmos as criaturas mais espertas, habilidosas e inteligentes do mundo — e isso é um reflexo da necessidade que os nossos antigos ancestrais tinham de ser eficientes na busca de alimentos e da sobrevivência.

Isso significa que os nossos cérebros evoluíram de forma a perceber situações novas como sendo muito mais arriscadas do que elas são na realidade. Além do mais, mesmo que as coisas não saiam como o planejado — ao contrário do que podia acontecer com os nossos ancestrais —, raramente o resultado dos nossos fracassos serão fatais.

Mas, se por acaso, acontecer algum tropeço no caminho para o sucesso, vale lembrar que nós vivemos em um mundo repleto de pessoas e em constante movimento — e, para os que estiverem dispostos, nunca faltarão novos desafios e oportunidades para perseguir.

Como você costuma enfrentar as dificuldades no ambiente de trabalho? Comente no Fórum do Mega Curioso