Depois de atingir uma certa idade, ouvir que parecemos mais novos soa como um belo elogio. Agora, imagine ter 26 anos e ter a aparência e a voz de uma criança que de 10. É o que acontece com Hyomyung Shin, um rapaz sul-coreano portador de uma raríssima condição: a Síndrome de Highlander.

Shin apareceu em um documentário na televisão sul-coreana relatando as dificuldades que tem ao tentar levar a vida de homem no corpo de uma criança. Ele diz para o repórter que frequentemente precisa mostrar a carteira de identidade para comprovar que realmente nasceu no dia 1º de maio de 1989, principalmente para entrar nos bares e baladas que gosta de frequentar.

Além de sair, Shin apresenta hábitos bem comuns para homens da sua idade: gosta de estar na moda, desfilando com várias roupas durante a entrevista, e também mantém atrás da porta de seu quarto um pôster da atriz Scarlett Johansson.

A Síndrome de Highlander

Pouca coisa pode ser encontrada a respeito da Síndrome de Highlander, com pouquíssimos casos parecidos registrados no mundo, mas parece que foi graças a ela que Hyomyung Shin rapidamente se tornou uma celebridade nacional. Existe, porém, um documentário da ABC a respeito de uma condição parecida, já que o termo "Síndrome de Highlander" não é um termo oficialmente reconhecido.

O jovem afirma que seu crescimento aconteceu em ritmo normal durante a infância, mostrada na reportagem através de fotos antigas, mas parou de forma súbita na adolescência. Hyomyung diz ainda que seu médico garantiu que sua saúde está OK mesmo sendo portador da síndrome.

Alguns artigos já chegam ao ponto de dizer que o pequeno homem de 1,63 metro de altura pode carregar consigo o segredo para a imortalidade devido à sua condição – mas não existe nenhum tipo de comprovação científica por enquanto.