Um dos maiores dilemas do homem é em relação ao seu pênis: “Seria ele pequeno demais? Fino demais? Grande demais? Será que é muito torto?”. Ao que eles dão menos importância é para os “companheiros” de seu coleguinha: os testículos.

Neste artigo, vamos contar 9 curiosidades relacionadas a eles, que vão desde o tamanho até a origem de seu nome! E você vai se surpreender com uma forma de juramento dos tempos antigos. Divirta-se!

1. Fruta

A palavra “abacate” é derivada de “ahuácatl”, nome com o qual os astecas chamavam os testículos. A influência estaria no formato da fruta e em suas propriedades afrodisíacas, de acordo com os antigos habitantes do México.

Cuidado para não se confundir

2. Juro solenemente

Já a palavra “testículo” deriva do latim testis, que significa “testemunha”. No tempo dos romanos, os homens eram os únicos autorizados a testemunhar nos tribunais e, para isso, colocavam sua mão direita sobre seu saco escrotal para atestar sua veracidade, coisa que as mulheres e os eunucos não podiam fazer. Muito antes disso, em tempos pré-bíblicos, o juramento era feito colocando a mão sobre os testículos de outros homens!

Se fosse no passado, ele estaria segurando os testículos para fazer o juramento

3. Nem tudo estava perdido para os castrados

No século 16, na Europa, as mulheres não podiam participar dos corais das igrejas católicas. Então, como fazer para ter sons mais agudos nas canções? Simples: cortando os testículos de meninos antes de eles entrarem na puberdade! Esses garotos ficaram conhecidos como “castrati”, e alguns se tornaram celebridades na época, tanto que compositores clássicos, como Mozart, adoravam suas vozes.

Antigamente, alguns meninos eram castrados para cantar em corais

4. Uma questão de gênero

Era comum, durante a Idade Média, que os homens arrancassem o seu testículo esquerdo, já que segundo a crença da época ele era responsável por produzir apenas indivíduos do sexo feminino. Desse jeito, ficando apenas com o testículo do lado direito, a chance de ter um filho homem era muito “maior”.

Teve época em que os homens cortavam seu testículo esquerdo para só gerar filhos do sexo masculino

5. Tamanho ignorado

A maioria das pessoas se preocupa apenas com o tamanho do pênis durante a relação sexual, mas você sabia que os testículos podem até dobrar de volume na hora do rala e rola?

Tamanho dos testículos pode dobrar durante a relação sexual

6. Friozinho

Alguns mamíferos, como o elefante e o tamanduá, possuem os testículos dentro do corpo, perto dos rins. E por que nos homens é diferente? Os cientistas acreditam que a temperatura mais baixa fora do corpo favorece a qualidade da produção dos espermatozoides.

Frio favorece a produção de espermatozoides, acreditam os cientistas

7. Um Brasil por dia

A relação do frio pode até ser apenas uma especulação, mas acontece que os testículos são verdadeiras máquinas! Diariamente, eles são capazes de produzir até 200 milhões de espermatozoides! Isso dá praticamente a população brasileira, estimada em 204 milhões pelo IBGE.

Em 35 dias, um homem seria "capaz" de repovoar todo o planeta

8. Bola papal

No museu do Vaticano, é possível encontrar uma cadeira com um buraco no meio. Estudiosos acreditam que ela era usada como uma forma de verificação do sexo do novo papa e também de conferir que ele possuía os dois testículos.

Papa sentava na cadeira e um servo fazia a "vistoria" de seus atributos

9. Ora, bolas

O maior saco escrotal do mundo pertenceu a um homem de 49 anos, que morreu no ano passado vítima de um ataque cardíaco. Em 2013, Wesley Warren, de Las Vegas (EUA), tinha nada mais nada menos que 59 kg de testísculos! Uma operação na Inglaterra durou 13 horas para corrigir essa anomalia.

Piadinhas sobre ele estar de "saco cheio" te levarão diretamente ao inferno

***

Lembramos também que, apesar de raro, o câncer de testículo deve ser uma preocupação de todo homem. Se por acaso você notar alguma anomalia na região, não hesite em procurar um médico – principalmente se você estiver na faixa de 20 a 34 anos, que é quando a incidência dessa doença aumenta.

E aí? Gostaram das curiosidades? Com certeza vocês vão olhar para o abacate com outros olhos, não é mesmo?

*Publicado em 10/09/2015