O jornalista Brian Christian e o cientista cognitivo Tom Griffiths acreditam que a regra dos 37% pode influenciar positivamente as escolhas importantes da sua vida.

No livro “Algoritmos para viver: a Ciência da Computação nas decisões humanas”, eles explicam que, basicamente, você deve conhecer e analisar opções – seja um namorado ou mesmo um apartamento novo – em um determinado tempo e fazer a sua escolha quando viu 37% das opções. Assim, você teria reunido informações suficientes para tomar uma boa decisão e não teria perdido tempo em olhar mais que o necessário.

David e Victoria Beckham se casaram aos 24 e 25 anos, respectivamente

Em resumo, ao chegar em 37% você teria maximizado as suas chances de tomar a melhor decisão.

Um experimento chamado “O secretário-problema” foi realizado na década de 1960 para demonstrar essa teoria. Nele, você só teria uma chance de selecionar o candidato certo – você não poderia voltar atrás se rejeitasse alguém porque essa pessoa, hipoteticamente, já teria aceitado outro trabalho. Sabendo desses termos, como aumentar suas chances de encontrar o melhor?

Segundo o teste, se você entrevistar apenas três candidatos, a melhor solução é se basear no segundo concorrente: se ele for melhor que o primeiro, você o contrata. Caso sejam cinco pessoas, você precisa esperar até a terceira para começar a formar sua decisão.

Com base nessa teoria, Brian e Tom acreditam que a melhor idade para encontrar o seu par ideal é 26 anos: antes disso, você perderia a chance de conhecer pessoas mais interessantes e, depois disso, boas opções poderiam estar indisponíveis.

Estudo indica que se casar entre os 28 e 32 anos diminui chance de divórcio

Indo pelo lado matemático da “coisa”, a busca por um parceiro em potencial é conhecida como um problema de “paragem ideal”. Assim, mesmo que você tenha mais de mil possibilidades, você deveria escolher alguém quando tiver conhecido 37% do total.

Além disso, a Universidade de Utah divulgou um estudo que aponta que se casar entre os 28 e 32 anos pode evitar um divórcio. A análise também mostrou que a chance de se divorciar aumenta em 5% a partir dos 32 anos.

É claro, a regra dos 37% não é precisa: ela leva em consideração a lógica matemática e considera que uma pessoa aos 26 anos já tenha certeza do tipo de parceiro que deseja. Porém, quem aposta nessa regra acredita que essa seja a idade em que você vai tomar suas melhores decisões.