Quando pensamos em costumes relacionados à Páscoa, as lembranças mais comuns provavelmente são os ovos de chocolate, as reuniões familiares e as celebrações religiosas. Mas, além de aproveitar o feriadão, você alguma vez pensou em festejar essa importante data do calendário cristão jogando baldes de água nas pessoas, caçando bruxas ou lançando foguetes? Confira essas e outras tradições “pascoalinas” estranhas:

1 – Guerra de ovos no México

Fonte da imagem: Reprodução/Daily Apple Seed

Uma curiosa tradição no México, chamada Cascarones, é a de fazer guerras com ovos recheados com confetes. Para preparar a “munição”, primeiro é necessário fazer uma pequena abertura na casca com cuidado, esvaziar o conteúdo completamente e encher os ovos vazios com papeizinhos coloridos.

Algumas vezes, os ovos também são recheados com pequenos brinquedos ou doces para as crianças, e os mexicanos acreditam que levar um cascarón na cabeça pode trazer boa sorte.

2 – Caça às bruxas na Suécia

Fonte da imagem: Reprodução/totaltravel

Na Suécia, todos os anos no dia 30 de abril é celebrado um festival semelhante ao Halloween, chamado Walpurgis. Durante essa celebração, os suecos acendem grandes fogueiras com o objetivo de espantar os espíritos do mal, e as crianças se fantasiam de bruxas e saem pela vizinhança para pedir doces ou travessuras.

E como a Páscoa normalmente ocorre muito próximo dessa festividade, acabou se tornando um costume que a criançada saia pelas ruas e passe de casa em casa para coletar os agradinhos de Páscoa, todos vestidos como monstrinhos.

3 – Escultura de manteiga da Polônia

Fonte da imagem: Reprodução/totaltravel

Conhecido pelo nome Baranek Wielkanocny, o cordeirinho acima é tradicionalmente servido como complemento durante o almoço de Páscoa na Polônia, sendo feito inteiramente de manteiga. Os mais preguiçosos costumam comprar o cordeirinho já pronto, mas a tradição mesmo é esculpir a manteiga em casa, artesanalmente. Além disso, o costume é começar o cordeirinho pela cauda e terminar pela cabeça.

4 – Gregos em fogo cruzado

Fonte da imagem: Reprodução/totaltravel

No vilarejo de Vrontados, localizado na ilha de Chios, Grécia, duas igrejas ortodoxas se enfrentam todos os anos na Páscoa com um verdadeiro bombardeio de fogos de artifício. O costume surgiu há cerca de um século, e os próprios habitantes produzem os milhares de rojões e foguetes que são disparados entre as duas congregações. O costume se tornou bem famoso e multidões de turistas visitam a região todos os anos para assistir ao espetáculo.

5 – Caça aos ovos na Casa Branca

Fonte da imagem: Reprodução/The White House

Uma tradição que ocorre há mais de um século na Casa Branca é uma brincadeira na qual centenas de crianças saem em busca de ovos cozidos que são escondidos pelo gramado de um dos jardins. No fim da aventura, além dos itens encontrados no gramado, todas as crianças ganham ovinhos colecionáveis com autógrafos do presidente dos EUA e da primeira-dama, que também participam da caçada.

6 – Chicotadas pascais

Fonte da imagem: Reprodução/totaltravel

Na República Tcheca, uma curiosa tradição funciona assim: os rapazes fazem uma espécie de chicote trançado chamado Pomlázka, com o qual eles acertam as esposas ou namoradas para transmitir a elas boa sorte, saúde e felicidade. No entanto, o costume acabou se espalhando e, além das mulheres, outros entes queridos e até mesmo os animais de estimação também se transformaram em alvo das chicotadas.

7 – Balde de água fria

Fonte da imagem: Reprodução/NBCNEWS.com

Assim como ocorre na República Tcheca, na Hungria também são as meninas que levam a pior nas celebrações da Páscoa. Por lá, a tradição — conhecida como Smingus-Dyngus — é jogar baldes de água na mulherada, que se produz e se veste especialmente para a ocasião com belos trajes típicos.

Mais curiosidades:

Bilby de Páscoa, Austrália Fonte da imagem: Reprodução/Gilding the Lili

  • Na Suíça, em vez de coelhinho da Páscoa, quem entrega os chocolates às crianças é um cuco, como aqueles dos relógios;
  • Na Austrália, assim como na Suíça, quem alegra a vida da criançada não é o coelho, mas sim um pequeno marsupial chamado Bilby. Por lá, os coelhos — que não são uma espécie nativa do país — não são muito queridos;
  • Mais um país onde o coelhinho não entrega ovos de Páscoa é na Suécia. Os responsáveis pelas entregas pascais no país nórdico são os galos;
  • Para as crianças tchecas, quem leva os agradinhos de Páscoa é uma cotovia;
  • Já a molecada alemã tem uma variedade de opções: além do coelhinho, há uma raposa, uma cegonha e um galo da Páscoa.

*Publicado em 25/03/2013

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!