Na semana passada, viralizou a foto de um homem de Pompeia que morreu com a mão na área pélvica – muitos acreditaram que ele estava se masturbando na hora que o Vesúvio explodiu. Já que isso é impossível de precisar, vamos nos ater aos fatos. Afinal, como essas pessoas morreram?

Quando um vulcão como o Vesúvio explode, as pessoas não têm muito tempo de reação. O fluxo piroclástico, ou seja, aquela nuvem de gás e fumaça que irrompe da explosão, atinge temperaturas de até 1,5 mil graus Celsius! Assim, antes mesmo que as pessoas se deem conta de que estão em perigo, elas já cozinharam!

É por isso que muitas delas aparecem com braços e pernas dobrados, já que o calor intenso faz a pele virar uma pururuca e se contorcer automaticamente – algo que pode justificar a posição do “masturbador de Pompeia”. Por conta disso, muitos acreditam que os moradores de Pompeia e Herculano morreram antes mesmo da chegada da avalanche de lava.

Animais também foram surpreendidos pela explosão do Vulcão

Quando seus corpos cozinharam e derreteram, formou-se um bolsão de ar no local em que eles estavam localizados. São esses bolsões que os pesquisadores preenchem de material que pode ser esculpido e revelar a forma das pessoas e animais que sucumbiram à tragédia.

Alguns cientistas garantem, porém, que apesar de as pessoas terem sido cozinhadas, é bastante provável que os gases as tenham matado de asfixia antes mesmo de onda de calor acabar com suas vidas. Em todos os cenários, é bastante improvável que alguém tenha pensado em “tocar umazinha” antes de morrer – não daria tempo!

Calor intenso pode ter provocados os movimentos finais dos membros das pessoas de Pompeia e Herculano