Mais uma prova da existência dos dinossauros foi encontrada e, dessa vez, localizada na América do Norte. O achado arqueológico foi uma cauda de quase 5 metros. Pelas avaliações dos especialistas, a cauda fossilizada de 72 milhões de anos descoberta em uma escavação no estado de Coahuila, no México, pertencia a um dinossauro de 12 metros de extensão.

A surpreendente descoberta dos fósseis foi feita pelos pesquisadores do Instituto Nacional de Antropologia e História do México, que ainda não têm total certeza da espécie do dinossauro, mas especula-se que a parte seria de um hadrossauro — um herbívoro e semibípede, também conhecido como lagarto-bico-de-pato.

O espantoso para os especialistas foi o estado incrivelmente preservado em que se encontrou a estrutura da cauda, contendo 50 vértebras. Segundo o site The Verge, esta é a primeira descoberta deste tipo em terras mexicanas. Agora, os arqueólogos seguem o trabalho para estudar os detalhes do achado para saber mais sobre a época de sua origem. Confira mais detalhes no vídeo abaixo.