Fogo ou gelo? Inundações ou vulcões? O que realmente pode ter acontecido com os dinossauros? Por mais de um século, os paleontólogos têm difundido algumas teorias sobre a extinção desses animais pré-históricos.

No entanto, nem todas são muito convincentes, principalmente quando dizem respeito aos dinossauros chamados “não aviários”, que dominaram o planeta por um longo período de tempo. Em um ponto os cientistas concordam: o que diz que praticamente todas as espécies desapareceram há cerca de 66 milhões de anos devido a uma intensa atividade vulcânica, a alterações climáticas e a um impacto catastrófico de um asteroide.

Porém, antes de desse consenso chegar, várias outras teorias pipocaram por aí, sendo que muitos cientistas ainda acreditam em suas versões um pouco esquisitas de como aconteceu a extinção em massa dos dinossauros. Confira abaixo algumas delas:

1 - Só dino macho

Os dinossauros teriam desaparecido por falta de parceiros sexuais? Isso é no que acredita o especialista em infertilidade Sherman Silber, que, na última década, tem afirmado repetidamente que os dinossauros desapareceram porque eles não podiam encontrar companheiras.

Silber especulou que mudanças na temperatura externa poderiam determinar o sexo dos embriões de dinossauros em desenvolvimento nos seus ovos. Dessa forma, ele argumentou que a mudança climática causada pela atividade vulcânica — e pelo impacto de um asteroide — poderia ter desregulado o termostato global, de modo que apenas um sexo foi produzido e, mais provavelmente, o masculino. Dessa forma, Silber acredita que, sem ter fêmeas para se reproduzir, as espécies foram acabando.

2 - Lagartas do apocalipse

Dificilmente uma pequena lagartinha poderia ganhar de um dinossauro em uma luta. No entanto, em 1962, o entomologista Stanley Flandres observou que as lagartas podem causar devastações em vegetações.

Com isso, ele supôs que as larvas das primeiras mariposas e borboletas teriam rapidamente desnudado a paisagem vegetal Cretácea, causando a morte de milhares de dinossauros herbívoros, o que consequentemente causou a extinção de seus predadores mais fortes.

3 - Cegueira fatal

Fonte da imagem: Reprodução/Top News

Em 1982, o oftalmologista LR Croft sugeriu que a visão ruim foi a responsável pelo fim dos dinossauros, uma vez que a exposição ao calor pode fazer com que o aparecimento de cataratas seja mais rápido. Ele ainda supôs que os dinossauros com chifres estranhos ou cristas desenvolveram esses ornamentos para proteger seus olhos do sol implacável da era Mesozoica.

No entanto, ele afirmou que esses artifícios para a proteção da luz solar fracassaram, e as criaturas começaram a ficar cegas antes mesmo de atingir a maturidade sexual. A ideia de Croft, no entanto, não consegue explicar a extinção em massa dos dinossauros não aviários.

4 - Serviço dos extraterrestres

É claro que os seres de outro planeta não poderiam ficar de fora desta lista. Apesar de comprovações de que não existem registros de fósseis de extraterrestres, isso não impediu que algumas mentes imaginativas sugerissem que eles passaram por aqui e causaram a extinção dos dinossauros.

Em 2012, o programa "Ancient Aliens" dedicou um episódio inteiro à ideia, afirmando que os extraterrestres eliminaram os dinossauros para abrir caminho para a humanidade. Seríamos nós, então, os próprios ETs? Fica aí a dúvida...

5 - Dinossauros flatulentos

Poderiam os gases dos dinos ser responsáveis por sua extinção? Em 2012, o paleontólogo David Wilkinson e sua equipe tentaram calcular a quantidade de gás metano que os imensos dinossauros da espécie saurópodes poderiam ter produzido.

Os pesquisadores especularam que a produção anual de gás metano desses dinossauros teria sido suficiente para contribuir com o aquecimento global, mas eles não falaram nada sobre a extinção em massa. Neste link do MegaCurioso, é possível conferir mais detalhes sobre isso. E você, qual é a sua teoria?

*Publicado em 9/8/2013

***

O Mega está concorrendo ao Prêmio Influenciadores Digitais, e você pode nos ajudar a sermos bicampeões! Clique aqui e descubra como. Aproveite para nos seguir no Instagram e se inscreva em nosso canal no YouTube.