1 – Jaipur

A capital do estado indiano de Rajasthan é simplesmente um sonho para quem gosta de lugares coloridos – tanto que o local é conhecido como Cidade Rosa, especialmente na área do centro histórico. A coloração existe por ordem do rei Rajasthani, que quis deixar a região bonita para a visita do príncipe da Inglaterra, em 1876. A cor deveria simbolizar hospitalidade e acolhimento.  Parece que deu certo.

2 – Willemstad

Os edifícios de Willemstad, capital de Curaçao, são do início do século 19, quando o local era uma colônia holandesa. A ilha caribenha era predominantemente branca até então, e tudo mudou porque o governador colonial da época, Albert Kikkert, sofria de enxaquecas fortes e a luz solar que refletia nas construções brancas só piorava suas crises.

Graças às enxaquecas de Kikkert, hoje temos uma região reconhecida pela Unesco como Patrimônio da Humanidade. A ilha, além de linda, é popular por seus cassinos, praias e resorts.

3 – Jodhpur

Eis outra belíssima cidade indiana que não economiza em cor. Localizada próximo ao deserto de Thar, a cidade de Jodhpur é conhecida tanto como Cidade Azul como por Cidade do Sol. Nela, os turistas se encantam não apenas com os edifícios e com o tom azulado do local, mas com os diversos templos históricos, palácios e jardins – o Forte de Mehrangarh, do século 15, é uma das grandes atrações.

Originalmente, o azul era a cor que apenas os brâmanes, a alta casta de sacerdotes e professores, poderiam usar para pintar suas casas. Felizmente, a tradição se espalhou e mais pessoas optaram pela mesma cor.

4 – Bo-Kaap

O bairro de Cape Town, na África do Sul, é famoso também pela cor de seus edifícios, assim como pelas ruas em paralelepípedos. Lá, existe uma das mesquitas mais antigas de todo o país, e a religião predominante é a muçulmana.

Sobre as casas supercoloridas, algumas pessoas afirmam que essas cores eram as mais baratas, enquanto outras garantem que os diversos tons servem para representar a multiculturalidade do povo local. De qualquer forma, o resultado é incrivelmente bonito.

5 – Cinque Terre

Essa simpática região no noroeste da Itália é composta de cinco aldeias com vista para o Mediterrâneo. Algumas das cidades não são acessíveis por carro e, por isso, as pessoas usam trens e balsas para chegarem até lá. Cinque Terre começou a ser visitada por turistas desde a década de 1970, e as casas coloridas encantam quem conhece a região.

6 – Guanajuato

No México Central, está localizado Guanajuato, que já foi um centro da indústria de mineração de prata. Ao visitar o local, é possível conhecer construções realmente antigas, como praças e igrejas do século 16.

Como a região é feita em cima de ruas realmente estreitas, os visitantes não precisam se preocupar com engarrafamentos de qualquer tipo, afinal as ruas simplesmente não comportam a passagem de carros.

7 – Nuuk

Se estiver na Groenlândia, não deixe de visitar o centro cultural e político de Nuuk, que conta apenas com 17 mil moradores, se tonando uma das menores capitais do mundo.

A cidade é rodeada de montanhas e serve como porta de entrada para o turismo no país. As pinturas supercoloridas são tradicionais em diversas cidades da Groenlândia e trazem elementos modernos à arquitetura nativa e colonial, criando um cenário altamente atrativo.

*Publicado em 21/7/2017